Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Derrota na Supercopa da Espanha mantém “sina” de Simeone

derrota-na-supercopa-da-espanha-mantem-sina-de-simeone-Futebol-Latino-13-01
Foto: AFP

No último domingo (12) via cobranças de pênalti, o título da Supercopa da Espanha disputado entre Real Madrid e Atlético de Madrid ficou com os Merengues. Algo que, além da derrota em si suficientemente dolorida para os Colchoneros, significou a manutenção de um incômodo tabu ao técnico argentino Diego Simeone.

Leia mais: Petraglia admite proposta oficial do Benfica por Bruno Guimarães
Binacional anuncia a chegada do goleiro Raúl Fernández

Isso porque em todos os confrontos eliminatórios que o Cholo teve a oportunidades de duelar contra Zidane (o do último final de semana foi o terceiro), ele acabou saindo ou com o vice-campeonato ou eliminado da instância em disputa.

Na primeira delas, valendo o título da Liga dos Campeões da Europa em 2015/2016, a partida disputada no San Siro, em Milão, terminou em 1 a 1 com o Real faturando a Champions nos pênaltis. Na temporada seguinte, novamente o time Blanco foi o algoz do Atlético eliminando a equipe na semifinal da mesma Liga dos Campeões da Europa vencendo por 3 a 0 no Santiago Bernabéu e perdendo por 2 a 1 no ainda ativo Vicente Calderón.

Curiosamente, o histórico geral de compromissos por competições oficiais não apresenta vantagem para nenhuma das partes, pelo contrário.

Enriquecido pelos encontros válidos por La Liga, Zidane e Simeone já se enfrentaram 10 vezes com duas vitórias para cada lado e outros seis empates com o adendo de que, se incluirmos na contagem o acachapante 7 x 3 aplicado em julho de 2019 pela competição de pré-temporada International Champions Cup, existe uma ligeira vantagem para Simeone.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019