Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Dirigente coloca retorno da Libertadores como “complexo”

mais-um-na-lista-times-ja-classificados-para-a-libertadores-2020-Futebol-Latino-19-09
Foto: Divulgação/Conmebol

Setembro chegou e a expectativa para a Libertadores da América só aumenta. Interrompida desde março, o maior torneio de clubes do continente é centro de debate entre dirigentes ao redor da América, que ainda torcem o nariz para o seu regresso.



Leia Mais: Sem crise! Rivaldo não vê risco de torcedor se magoar com Messi
Ex-sonho do Atlético-MG, Campaña pode acertar com novo clube

Nesta quinta-feira, Rubén Di Tore, presidente do Libertad, abriu o jogo com a TNT Sports e foi claro ao manifestar a sua insatisfação com a logística do torneio.

“Como médico, desde o ponto de vista de saúde, não recomendo a volta da Libertadores. Antes de qualquer coisa, eu dou preferência a saúde. As partidas da Libertadores são mais complexas do que um torneio local”, afirmou.

Um dos pontos que liga o sinal de alerta do time paraguaio é que o seu primeiro rival é o Boca Juniors, clube que confirmou inúmeros casos de coronavírus no elenco.

“É uma pena tudo o que vem ocorrendo com o Boca. Hoje são eles, mas amanhã pode ser nós. São situações que não temos controle. Infelizmente”, finalizou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *