Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Eduardo Coudet se agrada com proposta, mas não deixará o Racing agora

Coudet receberia quase o dobro no aspecto salarial caso aceitasse dirigir o Internacional, mas gostaria de fazê-lo apenas no início de 2020
eduardo-coudet-se-agrada-com-proposta-mas-nao-deixara-o-racing-agora-17-10

Tentando colocar uma espécie de ponto final nas especulações, pelo menos no que se refere o período até o fim de 2019, o técnico do Racing, Eduardo Coudet, deu uma entrevista coletiva nessa quinta-feira (17) em Avellaneda para falar sobre o interesse do Internacional em contratá-lo.

Leia mais: Conmebol oficializa Maracanã como sede da final na Libertadores 2020
Clube da Espanha vai se reunir com mexicanos por jovem atacante

O técnico de 45 anos de idade confirmou o contato e, além de reforçar que a diretoria da Academia sempre esteve a par dos acontecimentos, garantiu que esse não seria o melhor momento para deixar a equipe.

“Fui chamado, tinha uma proposta do Inter. Os dirigentes (do Racing) estavam informados antes de vocês (imprensa). O clube, por não ter treinador e com jogos a disputar até o final da temporada, me procurou. Agradeci e disse que não era o momento para sair do clube, até pelos torcedores e jogadores. Como contou Diego (Milito, ex-jogador e hoje dirigente do clube argentino), nada mais. Temos um jogo importante amanhã para jogar. Temos que estar focados”, avaliou.

Segundo informações do portal Globo Esporte, a questão que não permitiu o avanço das tratativas foi efetivamente o compromisso de Coudet com sua atual equipe. Tanto é que, além de ter se agradado com o fato de que receberia no Inter vencimentos bem superiores aos atuais, ele deixou a entender que poderia aceitar a proposta para começar seu trabalho no início de 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019