Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Print

Em duelo tenso, Colômbia fatura a Copa Comunidade Andina sobre o Peru

Jogo ficou marcado por confusões, expulsão de Yotún em jogo que foi decidido à favor da Colômbia com gols de Mateus Uribe e Duván Zapata
Colombia-Peru-amistoso-Futebol-Latino-09-06

Servindo como amistoso de preparação as duas seleções visando a Copa América, parece que Peru e Colômbia já entraram em campo nesse domingo (9) em ritmo de competição.

Leia mais: Camisas 9 marcantes na história da Copa América
Atropelamento: Brasil faz 7 a 0 contra Honduras em Porto Alegre

No confronto que valia a Copa Comunidade Andina, troféu que faz parte das comemorações de 50 anos da entidade internacional homônima de onde fazem parte Colômbia, Chile, Equador e Peru, os colombianos levaram a melhor por 3 a 0 em duas boas aparições pelo alto do meio-campista Mateus Uribe além do tento de Duván Zapata.

Primeiro tempo

Até os 15 primeiros minutos de jogo, o confronto que parecia mais corrido do que efetivamente bem jogado parecia melhor para os donos da casa. Usando principalmente a velocidade e força física do lateral-direito, Luis Advíncula, os peruanos exploravam aquele setor e pecavam apenas na hora de finalizar.

Depois desse momento, a Colômbia conseguiu assentar melhor seu estilo de jogo trocando passes e colocando o jogo no controle principalmente da capacidade de distribuição de James Rodríguez, aos 23 minutos um lance que gerou muita discussão foi aquele que tirou o primeiro zero do marcador em Lima.

Após cruzamento de James Rodríguez, Mateus Uribe testou quase na pequena área e balançou as redes em lance onde o assistente já estava com o instrumento levantado apontando impedimento de James. Porém, o árbitro assumiu a responsabilidade do lance e confirmou o tento alegando que, na verdade, o passe foi dado por um zagueiro do Peru e não de um companheiro colombiano.

Depois dessa verdadeira confusão, o confronto em tese amistoso que valia apenas uma taça combinada (Copa Andina) ganhou um caráter bastante “intenso”. Todas as divididas tinham força de nível competitivo onde a melhor oportunidade de gol antes do intervalo foi quando Luis Abram, em posição adiantada e na pequena área, testou de cabeça vendo a bola passar muito perto da trave direita de David Ospina.

Segundo tempo

Com o duelo seguindo no clima de disputas intensas e discussões posteriores a esse tipo de situação, parecia desenhado o roteiro de que o duelo não terminaria com 22 atletas em campo.

E, aos nove minutos, a arbitragem viu o momento onde Yoshimar Yotún tentou acertar o zagueiro Yerry Mina. Após o defensor cair no chão, o juiz não teve dúvidas em aplicar o cartão vermelho direto ao atleta peruano além de um amarelo para Advíncula e para o zagueiro colombiano Davinson Sánchez.

Enquanto isso, na parte da bola rolando, o jogo pouco conseguiu demonstrar pela sua característica bastante “picada” no tempo complementar, cheio de pequenas faltas que afetavam a anterior agilidade do compromisso.

Mesmo assim, os visitantes exploraram bem o homem a mais e, com uma bonita finta de John Medinha se livrando da marcação para cruzar com categoria de pé esquerdo, novamente apareceu o oportunismo de Uribe dentro da área para estufar as redes de Pedro Gallese aos 20 minutos.

Depois disso, o que pode se ouvir, além do ressonar das vaias quando o time cafetero tinha a bola, eram gritos de “olé” por parte dos torcedores colombianos presentes no Monumental. Ainda houve tempo para que, nos descontos, Roger Martínez saísse em velocidade pela direita e só rolasse para Duván Zapata fechar a conta.