Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Em chegada ao Girona, Yan Couto fala em determinação e evolução

em-chegada-ao-girona-yan-couto-fala-em-determinacao-e-evolucao-Futebol-Latino-28-09
Foto: Divulgação/Girona FC

Nesta segunda-feira (28), o lateral-direito Yan Couto foi oficialmente apresentado à imprensa espanhola como novo jogador do Girona. Emprestado pelo Manchester City, o ex-jogador do Coritiba custou 6 milhões de euros ao clube inglês (R$ 30 milhões na cotação em que o negócio foi selado, em março desse ano) naquela que é a maior venda da história do time paranaense.

Leia mais: Seleção do Chile ganha um desfalque para as Eliminatórias
Presidente do Olimpia é banido pela Fifa por manipulação de resultados

Yan falou de seus objetivos com o empréstimo ao clube espanhol, que espera evoluir e retornar ainda melhor ao City na próxima temporada, a briga interna pela lateral-direita e suas características como jogador. O brasileiro, que já estava treinando com o elenco e foi relacionado para a partida do último final de semana, contra o Gijón, também comentou as primeiras impressões que teve acerca da equipe e a possibilidade de ser utilizado como ponta no setor ofensivo.

Domingo (4), o Girona volta a campo pela Liga Adelante, a divisão de acesso à LaLiga, quando recebe o Fuenlabrada, na Catalunha, pela quarta rodada. Nesse momento, os Blanquivermells ocupam a 21º posição, porém com dois jogos a menos em relação à tabela.



Confira os principais pontos da entrevista coletiva de Yan Couto:

Objetivos pessoais e coletivos na temporada

Primeiramente, agradecer todo mundo que me recebeu aqui no Girona, estou muito feliz de poder passar esta temporada aqui. Vou encarar cada como uma final, que possamos jogo a jogo estar bem e ir ganhando para que no final da temporada a gente possa subir de divisão e que tenhamos todos um belo campeonato. E para mim, que seja uma temporada muito boa, que eu evolua e me adapte muito bem ao clube e possa evoluir para que o Girona se torne um clube da primeira divisão.

Disputa de posição com Jordi Calavera

Isto não compete a mim, compete ao mister (Francisco Rodríguez), ele que escolherá qual jogador vai jogar, mas o Calavera é um grande jogador, já tenho uma amizade muito grande com ele. A cada jogo seja uma estratégia diferente, e o mister vai escolher quem estiver melhor na semana, espero que eu tenha uma boa adaptação aqui e possa jogar os jogos, assim como ele também possa jogar para que possamos ajudar a equipe.

Características marcantes em seu estilo de jogo

Sou um jogador brasileiro, sou um lateral bem ofensivo, gosto de atacar bastante e também sou competente atrás. Tenho dribles, cruzamentos e finalizações que são características de um jogador brasileiro. E a diferença para o Jordi é que ele é um lateral mais físico, que tem boa intensidade. Em cada jogo o mister vai escolher. Tem jogos que vão ser mais ofensivos e que talvez eu jogue, e jogos que serão mais para o Jordi, então o mister que irá decidir, mas essas são as minhas características.

Conhecimento prévio sobre o Girona

Sim, eu já conhecia o Girona por jogar muitos anos na primeira divisão e lá no Brasil vemos muitos jogos da Europa, como o Inglês, Espanhol, Italiano… Eu já conhecia, é um grande clube da Espanha e espero que possamos jogar bem essa temporada para que eu ajude o clube e possa deixar um pouco da minha marca aqui. Vim ao Girona para evoluir, e como é um grande clube parceiro, espero que eu possa me adaptar bem aqui, como disse antes. Vim do City emprestado para cá para que eu melhore meu futebol, vai ser uma boa temporada para eu me adaptar à Europa, já que eu vim do Brasil. Espero evoluir com o time e voltar ao City melhor do que cheguei.

Avaliação sobre a equipe e sua possível contribuição

Creio que começamos bem o primeiro tempo, fizemos um primeiro tempo forte e dominamos depois da expulsão do adversário. Infelizmente, tivemos um jogador expulso também e o jogo ficou mais igual. No segundo tempo, eles tiveram duas chances e puderam aproveitar, tivemos grandes chances também, bola na trave, então foi mérito deles fazerem os dois gols. A equipe se comportou bem, mas temos que melhor para que no próximo jogo possamos sair com a vitória e que as chances que a gente crie possamos efetuar em gol.

Conversa com o treinador do Girona e com Pep Guardiola

Ainda não falei com o mister (Francisco) sobre a temporada, essa é a minha primeira semana e estou me adaptando ao clube. O mister fala para eu ficar tranquilo, que pouco a pouco estarei bem para jogar e aí sim teremos uma conversa. Não falei com nenhum amigo, porque era uma negociação que não estava concretizada ainda, então eu não havia comentado com ninguém sobre o Girona. Não conversei ainda com o Guardiola antes de vir, foi tudo muito corrido por conta do Covid, eu não sabia quando viria para a Europa e não cheguei a ir à Manchester desta vez, então não tive essa conversa com o Pep agora. Mas creio que, dentro do clube, todos tiveram essa conversa e fizeram a melhor escolha para mim, que seria eu vir ao Girona para evoluir a cada vez mais e poder ir para o City melhor do que cheguei aqui.

Versatilidade para atuar como ala

Creio que sim, porque na minha carreira já joguei diversas vezes como extremo. Claro que vai ser uma decisão do mister, mas pode ter certeza que eu sei jogar ali e posso ajudar muito a equipe com isso, o Jordi jogando na lateral e eu de extremo pode ser uma boa opção para o mister, mas ele quem vai decidir. Quanto a isso, podem contar comigo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Futebol Latino sabe que a alegria do esporte bretão do continente americano é bem mais do que Brasil, Argentina e Uruguai. Isso porque o amante da bola quer mesmo é saber de tudo, desde a final do Brasileirão até a 5a rodada do Peruano, com a mesma seriedade e com a mesma paixão. Leia Mais

Entre em contato conosco: comercial@futebolatino.com.br

© Futebol Latino - Todos os Direitos Reservados - 2019 | Por Diegão ©