Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Print

Em entrevista, ex-técnico faz tanto críticas como elogios a Neymar

O holandês Louis Van Gaal, apontado muitas vezes como não gostar de atletas sul-americanos, falou a revista France Football sobre Neymar
em-entrevista-ex-tecnico-faz-tanto-criticas-como-elogios-a-neymar-Futebol-Latino-31-07

Enquanto trabalhou no futebol europeu em clubes de grande porte como Ajax (Holanda), Barcelona (Espanha), Bayern de Munique (Alemanha) e Manchester United (Inglaterra), o holandês Louis Van Gaal constantemente foi apontado como profissional que não tinha bom relacionamento com jogadores da América do Sul.

Leia mais: Diego López afirma que Peñarol não esteve no nível da sua tradição
Técnico do Godoy Cruz encara Dudu na zona mista do Allianz Parque

Fato esse, aliás, corroborado pelo centroavante italiano Luca Toni em entrevista ainda em 2010 quando o mesmo foi apresentado pelo Genoa (Itália) logo depois de sair do Bayern que, na época, era treinado por Van Gaal.

Todavia, em entrevista dada a revista France Football, o agora profissional aposentado chegou a fazer críticas a postura individualista de Neymar no Paris Saint-Germain (França), mas não se limitou a considerações negativas.

“Na última temporada, fui comentarista do jogo da Liga dos Campeões contra o Bayern, em Paris. O PSG venceu por 3 a 0, mas eu disse que o Bayern tinha o melhor time, mesmo se perdesse. Neymar só jogou para ele. Não fez como Kylian Mbappé, porque ele acabara de chegar, ou Edinson Cavani, porque não é seu estilo”, disse o ex-técnico.

“Eu adoro ele. Eu gosto de sua atitude, sua força de trabalho. Eu vi na atitude dos outros jogadores algo que me faz dizer que eles não aceitaram o comportamento de Neymar. Mas é uma estrela. No mundo do futebol, não temos o direito de dizer isso de uma estrela”, agregou.