Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Em entrevista, goleiro relembra jogada em que Tevez quebrou seu maxilar; veja o vídeo do lance

Reprodução Lance!TV

*Por Denis de Almeida Santos

Para muitos, aquele foi só mais um jogo do Campeonato Argentino. Mas não foi apenas mais uma partida para o goleiro Ezequiel Unsain, que na época defendia o Newell’s Old Boys. O placar marcava 3 a 0 para o Boca Juniors, quando, aos 44 minutos do primeiro tempo, em dividida entre Carlitos Tevez e Unsain, o goleiro acabou se dando mal e fraturando o maxilar na jogada. Começava ali um drama que durou dois anos.

Betwinner

Leia Mais: Aos 39 anos, ex-jogador da Seleção Argentina anuncia retorno ao futebol
Vélez anuncia a compra de parte dos direitos de ex-São Paulo

Em entrevista a TNT Sports, o atual goleiro do Defensa y Justicia relembrou aquele momento difícil da sua carreira, como foi a recuperação e o contato com Carlitos Tevez após a contusão, que o levou a ficar quase dois anos sem atuar profissionalmente.

“É uma dor difícil de explicar, pois tive uma fratura dupla no maxilar, com deslocamento dentário”, afirmou Unsain, concluindo: “não demorei muito tempo para voltar, porém acabei ficando dois anos sem jogar profissionalmente. Foi quando sai do Newell’s em busca de continuidade”.

O goleiro também contou as consequências da pancada: “perdi alguns quilos, pois não conseguia comer normalmente, era muito doloroso. Uma joelhada com aquela força no rosto… Agradeço por não ter sido no nariz ou no olho, porque são lugares mais sensíveis. Mas pegou na mandíbula, foi complicado “.

Ezequiel contou que Carlitos Tevez entrou em contato com ele: “na época, Tevez me enviou uma mensagem. Quando fui operado, na manhã seguinte à operação, ele também mandou mensagem. Depois, não tive mais contato com ele”.

O atual goleiro do Defensa y Justicia relembrou que estava passando por um momento muito bom na carreira e o fato de ter ficado dois anos sem jogar é o que mais o deixou triste. Entretanto, ele concluiu deixando claro que não ficou magoado: “bem, são situações que eu tive que superar e aprender muito”.

Veja o vídeo do lance:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *