Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Em entrevista, Loco Abreu falou sobre Suárez, Stuani e Pep Guardiola

Foto: Divulgação

Conhecido por declarações marcantes, o interminável jogador uruguaio Sebastián “Loco” Abreu, atualmente no Boston River, disse em entrevista a rádio uruguaia Sport 890 que pensou em uma contratação bombástica para o Nacional caso tivesse assumido o cargo de treinador do Bolso em dezembro de 2019.

Leia mais: Alessandro Del Piero rasga elogios a seleção da Colômbia
Atleta da filial do Manchester City no Equador é assassinado

Com as especulações na época de Loco Abreu em assumir o posto deixado vago por Álvaro Gutiérrez, ele disse que sua primeira ideia foi sondar o atacante do Barcelona para saber a viabilidade da operação no que se refere ao desejo do compatriota. E a resposta foi animadora:

“Quando Gutiérrez se foi do Nacional, senti que tinha reais possibilidades de ser o técnico. Disse a Luis Suárez para vir se me nomeassem treinador. Ele disse que ia avaliar porque ele tinha contrato (com o Barça) e que tinha que consultar a Sofía. Ele comentou que, se eu estiver como técnico do Nacional, pode avaliar voltar, que para ele seria um desafio.”



Quem também foi consultado sobre a ideia de deixar o Velho Continente para defender o Bolso foi Christian Stuani, que também atua na Catalunha, porém defendendo o Girona. Segundo Abreu, a resposta para a pergunta “se ele era um dos deles” foi de que “ele se inspirava muito nele”, deixando em aberto a chance.

Ex-companheiro de Pep Guardiola quando o hoje técnico do Manchester City dividiu vestiário com ele no Dorados de Sinaloa, Loco Abreu disse que pensa em fazer uma partida de despedida com a presença do espanhol.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019