Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Em jogo polêmico, River Plate vence Junior Barranquilla pela Liberta

Twitter River Plate

No Monumental de Nuñes, em partida válida pela 2ª rodada da Copa Libertadores da América 2021, o River Plate venceu o Junior Barranquilla pelo placar de 2 a 1. O Millonario ganhou com gols de Martinez e Álvarez, o tento dos colombianos foi assinalado pelo atacante Borja, ex-Palmeiras. A partida teve uma grande polêmica, pois dois pênaltis não foram marcados a favor do Junior. Com o resultado, o River assume junto com o Fluminense a liderança do grupo D. Junior e Santa Fe seguram a lanterna.

 

 

OS_BRAZIL_300x250_2020_Q2_SOC

Leia Mais: De virada, Independiente vence Montevideo e ultrapassa o Bahia

Na insistência, Athletico supera em casa o Metropolitanos pela Sul-Americana



Na próxima rodada do Grupo D, o River Plate visita o Santa Fé, dia 05 de maio, às 21h, no estádio Metropolitano de Techo. No dia seguinte, às 19h, o Junior Barranquilla enfrenta o Fluminense, no Romelio Martínez.

 

 

O jogo

 

Primeiro Tempo

 

A etapa inicial no Monumental de Nuñez foi bastante movimentada e com as duas equipes construindo muitas jogadas de gol. Só que as melhores chances foram criadas pelo River Plate, que, aos 17 minutos, poderia ter aberto o placar com Álvarez, mas o gol foi anulado pelo árbitro. Poucos minutos depois, um lance polêmico: Fuentes desceu pela esquerda e cruzou, Borja correu para fazer o gol, mas antes de conseguir finalizar acabou sendo puxado pelo defensor do River Plate. Pênalti escandaloso que o árbitro não deu. Como os Millonarios não tinham nada com isso, a resposta veio em forma de gol. Enzo Pérez cobrou escanteio na área, após bate-rebate, a bola sobrou para Martinez, que aproveitou e marcou: 1 a 0. Os comandados de Gallardo ainda poderiam ter aumentado vantagem ainda na primeira etapa após lindo chute de De La Cruz, mas Rosero salvou em cima da linha de maneira fantástica.

 

 

Segundo tempo

 

A etapa complementar começou com o Junior Barranquilla pressionando demais em busca do gol de empate. A igualdade no placar poderia ter vindo aos 5 minutos, mas a finalização de fora da área de Ditta “beijou” a trave de Armani. Quando tudo indicava que o time de Barranquilla empataria a partida, no contra-ataque, o River acabou ampliando. Aos 9, Palavecino partiu em velocidade e passou para Angileri, que cruzou para Álvarez fazer: 2 a 0. Os colombianos sentiram o gol e os argentinos passaram administrar o resultado. Com as alterações do técnico Perea, o Junior melhorou na partida, passou a pressionar e poderia ter diminuído o placar após uma disputa de bola quando faltavam 9 minutos para o fim da partida dentro da área, mas o árbitro ignorou de novo e deixou de marcar outro pênalti. Mas a insistência dos colombianos deu resultado, pois o gol saiu nos acréscimos. Após lançamento longo, Cetré escorou  e Borja aproveitou para diminuir o prejuízo: 1 a 2,  placar final.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Futebol Latino sabe que a alegria do esporte bretão do continente americano é bem mais do que Brasil, Argentina e Uruguai. Isso porque o amante da bola quer mesmo é saber de tudo, desde a final do Brasileirão até a 5a rodada do Peruano, com a mesma seriedade e com a mesma paixão. Leia Mais

Entre em contato conosco: comercial@futebolatino.com.br

© Futebol Latino - Todos os Direitos Reservados - 2019 | Por Diegão ©