Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Equipes da MLS seguem de olho no mercado latino-americano

Nomes como Zelarayán, Pulido e Chará além de possibilidades mais "estelares" como Claudio Bravo e Chicharito são ligados a MLS

Nos últimos anos, equipes da MLS (Major League Soccer) estão investindo pesado em jogadores latino-americanos e para 2020 não é diferente. Entre transações confirmadas e rumores, os times da MLS não estão medindo esforços para contar com atletas importantes do futebol da América Latina na próxima temporada.

Leia mais: Élton Arábia volta ao Oriente Médio para ex-time de Carille
Argentina é a favorita ao título da Copa América nas casas de apostas

Lucas Zelarayán: do Tigres para o Columbus Crew

Lucas Zelarayan Futebol Latino Lance 07-01
Foto: Divulgação

Argentino de 27 anos, há tempos o meia Lucas Zelarayán é cobiçado por equipes do continente americano. Em 2016, por exemplo, Zelarayán foi uma das opções do Fluminense fora do Brasil.

Jogador do Tigres entre 2016 e 2019, o meia argentino abandonou o futebol mexicano e jogará pelo Columbus Crew na próxima temporada. A negociação pela transferência do jogador não foi das mais simples e se arrastou por semanas. Como os mexicanos foram muito duros nas negociações e exigiam US$ 7 milhões (R$ 28,3 milhões) pelo passe do atleta, os dirigentes do Columbus Crew não viram outra saída a não ser pagar o valor pedido.

Em razão de ter perdido boa parte da temporada de 2019 devido a uma lesão no joelho direito, Zelarayán vem de um ano discreto. Em 15 aparições pelo Tigres na última edição da Liga MX, o meia argentino anotou quatro gols.

Zelarayán foi contratado pra preencher a lacuna deixada após a saída do também argentino Federico Higuain, lenda da equipe — único jogador na história do time a ter mais de 50 gols e 50 assistências para o clube e apenas um dos 21 jogadores a realizar essa façanha na MLS.

10º colocado na Conferência Oeste na temporada passada, o Columbus Crew vem de uma temporada abaixo da crítica e, se depender das probabilidades segundo sites de apostas esportivas de futebol como Betway, provavelmente a equipe não estará entre as principais favoritas a vencer a MLS na próxima temporada.

Alan Pulido: do Chivas para o Kansas City

Foto: Top Arriba

Vice-artilheiro da Liga MX pelo Chivas Guadalajara, do México, o atacante mexicano Alan Pulido tem 28 anos e vem de boa temporada em seu país. O atacante foi muito disputado no mercado de transferências da MLS, mas foi a proposta do Kansas City que convenceu o jogador a ir para o futebol norte-americano. De acordo com o site oficial da liga, San Jose Earthquakes, Orlando City e Chicago Fire também demonstraram interesse em contratar o mexicano.

A forte concorrência do mercado interno para contratar Pulido fez o Kansas City desembolsar cerca de US$ 9,5 milhões (R$ 38,5 milhões) para contratar o atacante — maior valor pago pelo um jogador na história da equipe norte-americana.

Aguardando sua estreia em seu novo clube na MLS, o atacante postou uma mensagem em sua conta do Instagram: “Estou muito ansioso para começar o torneio da MLS e estrear com meu novo time, o Kansas City.”

Vale destacar que o Kansas City foi muito mal na temporada passada — terminou na penúltima colocação da Conferência Oeste. Em 34 partidas, o time somou apenas 38 pontos e teve a segunda defesa mais vazada de toda a MLS.

Yimmi Chará, do Atlético Mineiro para o Portland Timbers

Yimmi Chara Portland Timbers Futebol Latino 07-01
Foto: Craig Mitchelldyer/Portland Timbers

O Atlético Mineiro decepcionou seus torcedores na última temporada, mas alguns jogadores do clube estão na mira de equipes do mercado do exterior. Um deles é o colombiano Yimmi Chará, que veio de um ano irregular com a camisa do Galo.

Confirmando a informação que já era dada pelo LANCE!, o Portland Timbers oficializou a chegada do jogador de 28 anos de idade. Apesar dos valores não terem sido revelados, sabe-se que, na transação, o clube brasileiro recebeu 70% do valor da transferência em função de não ter quitado todas as parcelas junto ao Junior Barranquilla, antiga equipe de Chará.

Chará também se interessou em se transferir para o Timbers para jogar com seu irmão, Diego Chará. Diego é um dos ídolos do time de Portland e está no clube desde 2011.

“Yimmi é um jogador que nós seguimos de perto há quase dez anos e, tendo os recursos para trazê-lo ao Portland, é algo tremendo para todos no clube. Ele é um jogador de qualidade e uma pessoa que se provou no mais alto nível tanto por clubes e pela seleção e ter dois Charás no mesmo time é algo que nos deixa muito empolgados”, disse o gerente geral da franquia, Gavin Wilkinson, em depoimento publicado no site da MLS.

Atletas latino-americanos que jogam no futebol europeu e que podem pintar na MLS

O goleiro chileno Cláudio Bravo, do Manchester City (Inglaterra), e o atacante mexicano Chicharito Hernández, do Sevilla (Espanha), podem estar de malas prontas para a MLS.

Reserva no Manchester City e com poucas oportunidades, Bravo está insatisfeito no clube inglês. Segundo informações do jornal El Mercurio, a equipe do New York City, que disputa a Major League Soccer, está interessado em contar com o futebol do goleiro em 2020.

Já Chicharito Hernández vive mau momento no futebol espanhol e pode estar da saída do Sevilla para a MLS. O mexicano é reserva na equipe da Andaluzia e marcou apenas um gol em La Liga.

Em entrevista para o jornal LA Times, o atacante deixou as portas abertas para o futebol norte-americano.

“A MLS é uma liga que está melhorando. É uma oportunidade. Toda liga é uma oportunidade”, disse Chicharito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019