Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Ex-Galo e Seleção Sub-17 comenta sobre “nova realidade” em Portugal

caio-zanardi-comemora-chegada-a-portugal-apos-periodo-de-estagios-Futebol-Latino-19-02
Foto: Divulgação/UD Oliveirense

Praticamente todas as competições do futebol no mundo foram paralisadas e, em Portugal, não foi diferente. Com o país em quarentena, as ruas vazias bem como competições e treinos suspensos, a rotina de toda a população mudou.

Leia mais: Borja avalia passagem no Palmeiras e admite que recebeu proposta da Europa
Zagueiro do Libertad discute calendário no Paraguai e defende copa nacional

Dentro dessa realidade, o dirigente esportivo do Oliveirense, o brasileiro Caio Zanardi, conta como está a situação dos portugueses atualmente. Ele revela como está a nova realidade dos funcionários além de afirmar que houve uma reunião antes da quarentena para definir o cronograma.

“É muito estranho organizar tudo de casa, é uma nova realidade que requer adaptação, mas com o passar dos dias você consegue se ajustar, temos mais tempo para preparar o que necessitamos. Nos reunimos com a comissão técnica antes da pandemia se alastrar e foi importante traçar os objetivos diários e semanais. Todos estão sempre em contato com atletas e diante das dificuldades tentamos chegar ao objetivo do treino, mas estamos muito felizes porque todos têm correspondido muito bem nesta mudança de rotina”, comentou.

O brasileiro que trabalhou nas categorias de base do Atlético-MG e também da Seleção Brasileira Sub-17 juntou toda sua família para ficarem unidos e se manterem seguros. O filho de Caio faz faculdade na Itália, onde eles já moraram, mas antes da pandemia chegar no nível que está atualmente, Zanardi levou seu filho para ficar junto dele e de sua esposa em Portugal.



“Após minha passagem nos Emirados Árabes, moramos na Itália por um tempo e meu filho começou a faculdade. Voltei ao Brasil para fazer o curso da CBF e vim para Portugal logo em seguida para ser dirigente do Oliveirense. Quando tudo isso começou, já trouxemos ele para ficar com a gente e só vai voltar quando tivemos certeza que tudo acabou mesmo”, disse o dirigente.

Caio também afirma que a diretoria pediu para todos ficarem em casa e ressaltou a importância desta medida momentaneamente. Ele também pede que todos se conscientizem e sigam as recomendações para a complicada situação mundial acabe o mais rápido possível:

“Primeiramente pedimos que todos permanecem em casa porque é muito importante para diminuir o contágio deste novo vírus, onde a cura ainda é desconhecida. Assim como estamos fazendo aqui, o Brasil também precisa seguir esse caminho e seguir as recomendações, como lavar a mão com água e sabão, sempre se manter bem higienizado com álcool em gel e ficar em casa se possível.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019