Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Print

Ex-Grêmio tem suspensão por doping reduzida no Equador

O jogador foi suspenso no último mês de novembro, após testar positivo para o uso de hidroclorotiazida, uma substância diurética proibida

*Por Juliano Rangel

Depois de testar positivo em um exame antidoping e ser suspenso pelo prazo de um ano, o ex-meia do Grêmio e atualmente no Barcelona de Guayaquil Michael Arroyo teve sua pena reduzida na última sexta-feira (04) pelo Tribunal de Apelações do Equador.

Leia mais: Jornal revela data para a apresentação de Tata Martino no México

Detalhes separam troca de clube de Martín Cáceres na Itália

Suspenso no último mês de novembro, após testar positivo para o uso de hidroclorotiazida, uma substância diurética proibida pela Agência Mundial Antidoping (WADA), o jogador de 31 anos teve sua pena reduzida em 50%, ou seja, para seis meses.

De acordo com a mídia equatoriana, a decisão do tribunal levou em conta que não havia reincidência no caso. Com a redução, Arroyo, que só poderia voltar aos gramados depois do dia 28 de novembro deste ano, poderá atuar por sua equipe depois do dia 28 de maio.