Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Ex-Inter de Milão assume time sul-americano e fala sobre Di Maria

Foto: Divulgação/Rosario Central

A última quarta-feira foi de novidade no Rosario Central. Após a saída de Rodrigo Cocca, o time Canalla agiu rápido e confirmou Kily González como novo técnico para a próxima temporada.

Betwinner

Leia Mais: Jovem de 15 anos entra na história de LaLiga em Real Madrid x Mallorca
Ex-Vasco, Maxi López revela o time que pretende encerrar a carreira



Em sua primeira coletiva de imprensa, o treinador de 45 anos demonstrou muita emoção e prometeu recuperar a identidade do clube dentro de campo.

“É a minha primeira experiência como treinador e justamente com o amor da minha vida. Eu tenho 45 anos e não pensei duas vezes quando recebi o convite. Tenho uma responsabilidade imensa como técnico do Rosario Central. Quero recuperar o nosso espaço no futebol local e a identidade dentro de campo”, explicou.

Outro ponto abordado na apresentação foi a continuidade de Marco Rubén e a possível chegada de Di Maria, atleta revelado pelo Rosario e que fica livre no mercado a partir de junho do ano que vem.

“Marco é um ídolo do clube e a diretoria está em ação para que ele fique. Eu conversei com ele e a vontade é de permanecer. Em relação ao Di Maria, a minha primeira mensagem do dia foi para ele e o atleta sabe da minha vontade de contar com o seu futebol no time. Não vou prometer nada e o torcedor precisa confiar em quem já está aqui”, declarou.

No Rosario Central, além da Superliga Argentina e as Copas, Kily González terá a Copa Sul-Americana 2021 no calendário para tentar o primeiro título continental do clube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019