Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Ex-jogador da seleção do Chile lembra momento tenso nas Eliminatórias

ex-jogador-da-selecao-do-chile-lembra-momento-tenso-nas-eliminatorias-Futebol-Latino-22-04
Foto: Cris Bouroncle/AFP

O torcedor chileno que acompanhou a partida diante da Bolívia em 16 de novembro de 1997 pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 1998 certamente guardam as melhores recordações da goleada por 3 a 0 no Estádio Nacional, em Santiago, que carimbou o passaporte da Roja rumo a França.

Leia mais: Com Valdivia, Vidal e Sánchez, Claudio Borghi elege seu Colo-Colo ideal
Jornal revela o valor pago pelo Manchester City em promessa da América

Contudo, 23 anos depois, o ex-atacante Rodrigo Barrera, protagonista do tento que abriu a conta no dia citado, revelou que viveu um breve momento de profunda tensão ao receber o passe de José Sierra e se ver frente a frente com o arqueiro Carlos Trucco.

Por isso, durante entrevista ao portal de notícias chileno Emol, Barrera disse que mudou de ideia no momento da definição para evitar que desperdiçasse uma chance clara de gol estando em posição de substituir nada mais nada menos do que Iván Zamorano, machucado.

“Quando chegou a bola do Coto Sierra, eu ia bater assim que o goleiro saísse do gol, mas pensei que podia fazer m… e mandar a bola longe. Por isso, fui com ela até bem perto do gol para bater”, comentou.

Mesmo mais de duas décadas depois do feito, o ex-atleta que na época era da Universidad Católica, mas que chegou a passar também por Necaxa, Universidad de Chile e Palestino comenta que ainda é parado nas ruas pelo tento. Com direito, aliás, a saber de várias histórias de torcedores que fizeram sacrifícios consideráveis para acompanhar a partida que marcou o retorno do Chile a um Mundial depois de 16 anos:

“Até o dia de hoje as pessoas se aproximam, falam dessa seleção, dessa partida e alguns me felicitam pelo que conseguimos. Tem pessoas que nos contam sua história, como vieram de Concepción (distante quase 500 quilômetros de Santiago) e dormiram no estádio para ver a partida. Tudo sempre se mostra muito gratificante.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019