Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Ex-técnico da seleção feminina da Venezuela é acusado de abuso sexual

tecnico-de-selecao-feminina-da-venezuela-e-acusado-de-abuso-sexual-Futebol-Latino-05-10
Foto: Divulgação/FVF

Um caso grave foi relatado através da redes sociais no formato de carta aberta publicada com a assinatura de 24 jogadoras da seleção feminina da Venezuela contra um ex-treinador da Vinotinto, Kenneth Zseremeta.

Leia mais: Top 5 dos melhores jogadores brasileiros da história
Iury dedica gol em classificação da Matonense ao pai, vítima de Covid-19

Contando com a presença do nome mais destacado da geração de futebol feminino venezuelano (a atacante Deyna Castellanos, do Atlético de Madrid), o chocante conteúdo faz uma descrição detalhada sobre o ambiente que era fomentado pelo ex-comandante da equipe entre os anos de 2014 até 2017, transitando entre a equipe principal e também as categorias de base.

Além do envolvimento de Zsemereta, a carta assegura que outros integrantes da comissão técnica do profissional panamenho não apenas sabiam como apoiavam as práticas em questão.

“Ainda que soe como loucura, para nós era normal que nosso treinador opinasse, comentasse e perguntasse sobre nossa sexualidade e intimidade ainda que fossemos menores de idade. Muitas destas situações eram apoiadas por alguns membros do corpo técnico. Hoje entendemos que essas ações tinham o objetivo de nos manipular e nos fazer sentirmos culpadas. As jogadoras da comunidade LGBTI eram constantemente questionadas por sua orientação sexual e a perseguição as jogadoras heterossexuais era constante. Existiam ameaças e manipulações de dizer aos pais das jogadoras sobre sua orientação sexual se não tivessem disciplina ou não rendessem como deveriam. As insinuações eram tema do dia a dia igual os comentários sobre os atrativos físicos de muitas de nossas jogadoras.”

Banner-Cyber-Bet-300-250-interna-Futebol-Latino-13-07

O conteúdo prossegue relatando que a confissão de uma das companheiras de que vinha sendo abusada sexualmente desde os 14 anos de idade, mais precisamente desde a chegada de Kenneth a seleção feminina da Venezuela, foi um dos pontos que pesaram bastante na decisão de tornar o ambiente tóxico como algo de conhecimento público.

Por fim, a carta aberta pede a ajuda de todos os órgãos possíveis tanto na questão em particular de Kenneth Zseremeta seguir atuando no futebol como também em iniciativas capazes de proporcionar o que foi chamado de uma “proteção da jogadora de futebol a nível global e criar uma cultura onde possamos estar a salvo.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Futebol Latino sabe que a alegria do esporte bretão do continente americano é bem mais do que Brasil, Argentina e Uruguai. Isso porque o amante da bola quer mesmo é saber de tudo, desde a final do Brasileirão até a 5a rodada do Peruano, com a mesma seriedade e com a mesma paixão. Leia Mais

Entre em contato conosco: comercial@futebolatino.com.br

© Futebol Latino - Todos os Direitos Reservados - 2019 | Por Diegão ©

error: Futebol Latino 2019