Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Ex-técnico do Flamengo fala sobre comandar uma seleção: “É preciso paciência e equilíbrio”

Foto: AFP

*Por Mônica Alvernaz

Desde que deixou o Flamengo para assumir a seleção do Chile, Reinaldo Rueda ainda não conseguiu grandes feitos. Apesar disso, o técnico se mostra tranquilo quanto ao desempenho.

Leia mais: Zagueiro de Cerro Porteño fala de disputa pelo título: “Brigaremos até o fim”
“Rachão” do Uruguai tem troca de posições entre Suárez e Martín Silva

Durante coletiva de imprensa, Rueda afirmou que para comandar uma seleção é necessário ter calma. “É preciso ter paciência e muito equilíbrio. Tivemos muitos exemplos na América do Sul e no mundo. Temos que aprender isso. Existem potências mundiais que demoraram a consolidar uma nova geração”.

Apesar de se mostrar tranquilo, a permanência de Rueda no comando da seleção chilena ainda é dúvida. Isto porque, Arturo Salah, atual presidente da ANFP, responsável pela chegada do técnico ao comando da seleção chilena, não continuará no cargo.

Ainda assim, o técnico da La Roja se mostra seguro em continuar desempenhando seu trabalho. “Meu propósito é seguir, mas é preciso analisar as garantias oferecidas para a comissão técnica. Se não existir um acordo com a nova diretoria, vamos ver o que fazer. Mas não sei como as coisas ficarão depois de novembro”.

Em janeiro deste ano, Reinaldo Rueda deixou o comando do Flamengo após uma arrastada negociação com a seleção do Chile. O técnico decidiu assumir a equipe, mesmo sem a vaga garantida para a Copa do Mundo da Rússia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *