Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Fato curioso marca a segunda vitória de Forlán no Peñarol

Nos dois jogos que venceu como treinador Carbonero, a equipe teve um jogador expulso na etapa final

Após uma semana repleta de contestações, o Peñarol conseguiu a primeira vitória na Libertadores da América. A vítima foi o Jorge Wilstermann, que mesmo com um jogador a mais por quase toda a etapa final, foi envolvido pelo Carbonero e saiu derrotado do jogo.



Leia Mais: Tricampeão da Libertadores fala em competição “desmoralizada pelo dinheiro”
COVID-19: Copa América corre o risco de ser adiada

O triunfo no certame continental foi o segundo do técnico Diego Forlán no comando da equipe. O primeiro aconteceu em seu jogo de estreia no Campeonato Uruguaio.

O fato curioso nas duas vitórias de Forlán no Peñarol deve-se ao fato que nas duas partidas a equipe jogou com um a menos no segundo tempo. Diante do Cerro, o goleiro Thiago Cardozo foi expulso na etapa final e o time arrancou a vitória nos minutos finais.

Agora, diante do Jorge Wilstermann, o zagueiro Abascal acertou uma cotovelada no atacante rival e deixou o Carbonero desfalcado por toda a segunda etapa.

Com a Libertadores suspensa, o Peñarol só volta a campo no dia 22 de março, quando a equipe mede forças com o Boston River. Será que teremos nova expulsão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019