Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Final da Libertadores pode marcar a despedida de Schelotto do Boca Juniors

Cobiçado pelo futebol norte-americano, o treinador deve trocar o time Xeneize pelo Atlanta United

No próximo domingo, o Boca Juniors decide a Libertadores da América contra o River Plate e o duelo pode marcar a despedida de Guillermo Barros Schelotto. Cobiçado no mercado, o treinador tem grandes chances de assumir o Atlanta United, dos Estados Unidos.

Leia Mais: Racing vence mais uma e dispara na Superliga Argentina
Di Maria dispara contra a final da Libertadores em Madri

Sem Tata Martino, que vai assumir a seleção do México a partir de janeiro, o time norte-americano aposta suas fichas no atual comandante do Boca Juniors, que tem contrato até 31 de dezembro.

De acordo com a imprensa argentina, dois diretores do Atlanta United estão em Buenos Aires e esperam o fim do torneio continental para conversar oficialmente com Schelotto. Até o momento, houve apenas uma sondagem, mas nada de apresentar proposta.

Apesar do assédio, o treinador foge de todas as procuras e especulações a seu respeito. Concentrado no duelo do fim de semana, Schelotto só vai conversar após encerrar a temporada com o time Xeneize.

Plano B

Caso Schelotto vença a Libertadores e coloque o Boca no Mundial de Clubes, dificilmente o treinador não terá seu contrato renovado. Sendo assim, o Atlanta guarda Gabriel Millito na manga, mas terá que lidar com a concorrência do Newell’s Old Boys.

error: Futebol Latino 2019