Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Final da Libertadores tira de clube peruano a chance de conquistar o título nacional dentro de casa

Na luta pelo título do Clausura, o Universitario vai mandar o jogo contra o Real Garcilaso em outro estádio com capacidade bem inferior ao Monumental
Estádio-Monumental-U-Peru-Futebol-Latino-04-08

Após semanas de incertezas sobre a final da Libertadores, a Conmebol tirou o jogo entre Flamengo e River Plate de Santiago do Chile e transferiu para Lima, capital peruana, no estádio Monumental.

Leia Mais: Técnico relembra decisão que teve de tomar sobre Riquelme
Zebra assume a liderança do Uruguaio; Peñarol segue na cola

A mudança foi comemorada por muita gente da entidade, clubes e até mesmo a Federação Peruana, que ficou orgulhosa de sediar a primeira decisão da Liberta em campo neutro, mas existe gente insatisfeita com o caso. Trata-se do Universitario, dono do estádio que vai precisar sair de casa na reta final do peruano.

Na luta pelo título do Clausura, o time da capital peruana aparece na segunda colocação do torneio, com 26 pontos, dois a menos que o Alianza Lima. Se a vantagem persistir nas próximas duas partidas, o Universitario chega a rodada final com chance de título, porém sem o seu próprio estádio.

Devido a final da Liberta, o Universitario anunciou que vai receber o Real Garcilaso no Miguel Grau, no dia 24 de novembro, no estádio com capacidade para receber 17 mil torcedores, local bem menor que o Monumental, que consegue abrigar mais de 70 mil pessoas.

error: Futebol Latino 2019