Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Gallardo está pronto para assumir o Barcelona, diz jogador do River

Avaliação do experiente meio-campista argentino Leonardo Ponzio é de que o técnico Marcelo Gallardo tem condições de dirigir qualquer time na Europa
gallardo-esta-pronto-para-assumir-o-barcelona-diz-jogador-do-river-Futebol-Latino-08-11

Muito tem se falado nas últimas semanas da possibilidade do técnico argentino Marcelo Gallardo ser o novo técnico do Barcelona (Espanha) em substituição a iminente saída de Ernesto Valverde. Algo que, na avaliação de um experiente nome do River Plate, é algo adequado para o nível adquirido pelo Muñeco.

Leia mais: Técnico da Colômbia desmente Zidane em conflito com James Rodríguez
Amigo de Luis Suárez revela: “Ele quer jogar na MLS”

Em declaração captada pelo diário Olé, o meio-campista Leonardo Ponzio disse que, seja para ser o novo técnico do time catalão, outra equipe da Europa ou mesmo a seleção argentina, Gallardo está preparado para o desafio.

“Está preparado para dar esse salto. Pode dirigir o Barça como pode dirigir a Seleção. Algum clube europeu ele vai dirigir, seguramente. Há jogadores que estiveram muito tempo na Europa e tem esse sangue argentino ou sul-americano para competir lá”, analisou o atleta.

Passando por uma temporada marcada por seguidas lesões, Ponzio mencionou que acabou subestimando a extensão de seu problema, pontuando que tentou usar sua experiência para superar problemas físicos na eliminatória onde o Millonario eliminou o Cruzeiro nas oitavas de final:



“Com o esforço de querer estar contra o Cruzeiro, terminei de romper o músculo adutor magno. Deixei de treinar, mas não estava bem cicatrizado, me incomodava. Pensei que a minha experiência ia me ajudar a suportar, mas não foi assim porque nunca havia me lesionado por tanto tempo.”

Aos 37 anos de idade, o tema da aposentadoria parece ser uma realidade cada vez mais próxima e também que tem feito Ponzio pensar mais na questão de aproveitar os momento que restam do que necessariamente lamentar ao término da trajetória como profissional.

“Estou tratando de assimilar a aposentadoria, mas depois há um vazio, pelo que me dizem os ex-jogadores. Trato de desfrutar o momento”, concluiu.

error: Futebol Latino 2019