Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Goleiro do Chile fala pela primeira vez sobre ameaças de morte após queda na Copa América

Gabriel Arias admitiu que não esteve bem no torneio disputado no Brasil e lamentou os ataques após a eliminação contra o Peru

Gabriel Arias falou. Após sofrer inúmeras críticas da torcida do Chile por conta do seu desempenho na Copa América e até mesmo ameaças de morte, o goleiro da Roja quebrou o silêncio e analisou a sua participação na frustrante campanha da Roja em solo brasileiro.

Leia Mais: Lembra dele? Frickson Erazo acumula um ano sem jogar em time sul-americano
Em goleada na MLS, atacante marca “desconcertando” defesa adversária

Sem fugir das polêmicas, Arias reconheceu que não esteve em seu melhor nível. Por outro lado, destacou a vontade em defender o manto chileno.

“É normal uma autocrítica após a competição e analisar os pontos positivos e negativos. Realmente falhei em momentos inoportunos, porém tenho um amor muito grande pelo Chile e sempre busco o melhor”, disparou à TyC Sports.

No tema mais polêmico, Arias falou sobre as ameaças que sofreu depois da eliminação da Copa América, quando o Chile foi superado pelo Peru e acabou eliminado.

“Infelizmente são as regras do jogo. Quando você falha tem o seu preço e preciso arcar com isso. Apenas lamento ter chegado a esse ponto. O meu erro dentro de campo envolveu pessoas que não tem nada a ver”, finalizou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019