Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Governo do Chile e Conmebol garantem final da Libertadores em Santiago

Mensagem da ministra de esportes o país, Cecilia Pérez, além de postagem na rede social da entidade asseguram manutenção da sede na decisão da Libertadores
libertadores-mercosul-supercopa-o-historico-de-river-plate-x-flamengo-Futebol-Latino-24-10

No que depender da postura pública da ministra dos esportes do Chile, Cecilia Pérez, além da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), os planos iniciais de realizar a decisão da Copa Libertadores em 23 de novembro na cidade de Santiago no jogo único entre River Plate e Flamengo estão mantidos.

Leia mais: Yerry Mina liga sinal de alerta dentro da seleção colombiana
Valdivia tenta a última cartada para renovar o contrato com o Colo-Colo

A declaração da ministra foi em tom confiante no sentido de, além do esforço conjunto entre os poderes nacionais serem suficientes para garantir o sucesso do evento, entender que a final da Liberta pode despertar um sentido de maior união no povo chileno:

“Afirmamos nossa firme vontade e compromisso de realizar esta final. O governo nos deu total apoio para realizar a final da Libertadores em Santiago. O Ministério do Interior se encarregará de coordenar a segurança, para que seja uma festa esportiva que faça bem para o país. Vamos trabalhar para levar adiante esse encontro esportivo tão importante. O futebol pode ser uma boa chance para unir.”

A mensagem postada na sua rede social oficial pela Conmebol caminhou pelo rumo de agradecimento aos esforços do governo do Chile para manter o cronograma:

“Desde a CONMEBOL agradecemos o compromisso demonstrado pelo Governo do Chile para garantir as condições de segurança para celebração da Final Única da CONMEBOL @LibertadoresBR 2019. A final é a celebração do futebol com e para o povo chileno. Seguimos avançando!”

error: Futebol Latino 2019