Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Print

Gramado do Monumental de Núñez resiste bem as fortes chuvas na Argentina

Capital do país teve temporal de largas proporções que durou toda a madrugada e parte da manhã dessa terça-feira (1), mas não afetou o Monumental de Núñez
Capital do país teve temporal de largas proporções que durou toda a madrugada e parte da manhã dessa terça-feira (1), mas não afetou o Monumental de Núñez
a-estreita-relacao-de-buenos-aires-com-o-futebol-Futebol-Latino-05-02

Ao menos em relação ao gramado do estádio Monumental de Núñez, os amantes de futebol que estarão ligados em River Plate e Boca Juniors nessa terça (1) pela semi da Libertadores não devem ter de se preocupar mesmo com toda a chuva que se abateu na madrugada e em parte da manhã de hoje na Argentina.

Leia mais: Atacante chega ao Barcelona de Guayaquil com “custo zero”, garante presidente
Gigante sul-americano coloca multa milionária para segurar revelação

Com direito, aliás, a relatos que falam também em fortes ventos e queda de granizo na capital Buenos Aires.

Tamanha era a preocupação (em parte pelo trauma de 2018 onde uma chuva de igual proporção adiou o primeiro Superclássico da decisão em La Bombonera) que a emissora de TV local TyC Sports fez algumas imagens internas das condições atualizadas do gramado e nenhum tipo de acúmulo de água foi detectado.

Sendo assim, caso as precipitações sigam as última previsões que falam em apenas 3% de chance de chuva no horário da partida, a tendência é que o assunto seja somente o que o Millonario e o Xeneize apresentarão dentro de campo e não as condições da grama no Monumental de Núñez.