Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Print

Grêmio é derrotado pela Católica e fica em situação delicada na Liberta

Derrota no Chile deixou o Tricolor na lanterna do grupo H com apenas um ponto e corre o risco de ser eliminado na próxima rodada

Em Santiago, a Universidad Católica derrotou o Grêmio por 1 a 0 e deixou o Tricolor em situação delicada na Libertadores da América. Agora, o time chileno é o vice-líder, com seis pontos. Já os comandados de Renato Gaúcho amargam a lanterna da chave, com um ponto.

Leia Mais: Integrante do TAS admite que Boca pode ficar com o título da Libertadores 2018
Samuel fala sobre temporada e torce pelo Fluminense no Carioca

Na próxima rodada, a Universidad Católica recebe o Libertad, em casa. O Grêmio mede forças com o Rosario Central, na Arena.

O jogo

No embalo da torcida, a Católica iniciou o jogo trocando passes e no campo do Grêmio. Sem deixar o time de Renato Gaúcho respirar, o primeiro gol não demorou a sair. Aos 16, Magnasco cruzou e Sáez completou para o fundo das redes.

Assim que conseguiu o tento, o time chileno diminuiu o ritmo do jogo e tentou atrair o Tricolor para explorar as contra-ataques, mas a falta de inspiração gremista era assustadora.

Com Luan e Everton abaixo da expectativa, o Grêmio não criava e viu Puch quase ampliou, mas o meio-campista errou o alvo.

Na etapa final o panorama era o mesmo. O Tricolor trocava passes e não conseguia aprofundar as jogadas. Insatisfeito, Renato promoveu a entrada de André no lugar de Luan e deu uma referência no ataque. Em seu primeiro lance, o camisa 9 deixou Cortez em ótima condição para finalizar na grande área. Bem colocado, Dituro salvou.

Diante de um sistema defensivo gremista bagunçado, a Católica explorava as jogadas laterais. Aos 31, Cornejo avançou sem nenhum incômodo, ajeitou o corpo e mandou na cabeça de Sáez, que testou a bola e levou perigo ao gol de Paulo Victor.

Se no campo o Grêmio pouco apresentava, no banco de reservas era a grande atração do time brasileiro. Por diversos momentos, o comandante levava a mão ao rosto, olhava para o céu e não acreditava no que acontecia dentro das quatro linhas.

Na última chance do jogo, a Universidad Católica levou perigo com Riascos em cobrança de escanteio. Paulo Victor se esticou todo e conseguiu espalmar.