Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Gringos no Brasil: Mascherano e sua passagem marcante pelo Corinthians

Zagueiro/volante foi um dos destaques da temporada 2005, quando conquistou o Brasileirão

*Por Danilo Di Grado

Nascido em San Lorenzo, em 8 de junho de 1984, Mascherano, hoje com 35 anos, segue ativo no futebol atuando pelo Hebei Fortune, da China.

Leia Mais: Del Valle bate o Colón e fatura o título da Copa Sul-Americana
Jovem uruguaio do Real Madrid ganha elogios de Tony Kroos

Porém, voltando um pouco ao passado, iniciou sua carreira profissional como profissional pelo River Plate. O argentino, por sua vez, sempre demonstrou vontade em campo, não deixando a desejar nas partidas.

Com isso, o atleta despertou a atenção de outras equipes pelo mundo, sendo uma deles o Corinthians. E foi em 2005 onde iniciou sua trajetória na equipe paulista.

Contratado pela empresa MSI, que fez parceria com o Timão na época, o zagueiro/volante chegou com status de estrela ao time do Parque São Jorge. E, logo de cara, fez questão de ressaltar a todos que seu foco era mostrar vontade que o fez ficar com a fama de ser um jogador diferenciado.

“Venho para fazer parte de um grupo e respeito quem já faz parte da equipe há mais tempo. Se valho muito dinheiro ou não, não me interessa. Quero apenas mostrar dentro de campo que o Corinthians não se equivocou ao me contratar”, declarou.

No mesmo ano, fazendo parte de um elenco recheado de grandes nomes do futebol mundial, junto com Tévez, Sebástian Domíngues, Nilmar, entre outros, acabou conquistando o Campeonato Brasileiro da temporada.

Porém, Mascherano também envolveu-se em polêmicas em sua passagem pela equipe da capital. Em um dos treinamentos, chegou a discutir com Marcelinho Carioca saindo de campo irritado com o fato.

Entretanto, anos mais tarde, chegou a admitir em entrevista ao jornal ‘El Gráfico’, em 2017, que não estava passando um bom momento, reconhecendo que a suspensão para ele e ‘Pé de Anjo’ acabou sendo justa.

Outra situação que o argentino falou na entrevista, foi sobre ter omitido uma lesão no pé quando ainda era atleta do River Plate.

”Saí do River e o Corinthians estava em pleno campeonato. Não parei. Meu pé começou a doer, e eu comecei a mancar. No princípio, doía só nos últimos minutos de cada jogo. Depois, a dor foi aumentando e incomodando no intervalo. Depois, chegava em casa e não podia caminhar. Era uma dor terrível na frente do pé, mas não queria dizer nada no clube pela obrigação que sentia: era recém-chegado, gastaram muito dinheiro comigo”.

Após sua saída do Timão, Mascherano aventurou-se pela Europa, com passagens por clubes com o West Ham, Liverpool e Barcelona, sendo esse último fazendo história com títulos importantes como o Mundial de Clubes, Liga dos Campeões, entre outros, completando mais que 330 jogos pela equipe espanhola.

error: Futebol Latino 2019