Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Guaraní bate Tigre e garante vaga nas oitavas da Libertadores

Foto: Divulgação/Guaraní/Instagram

No Monumental Victoria, o Guaraní venceu o Tigre por 3 a 1 e também garantiu o seu passaporte nas oitavas da Libertadores. Agora, o Aurinegro tem 10 pontos e fica na vice-liderança da chave B. O time argentino está eliminado, com apenas 1 ponto.

OS_BRAZIL_300x250_2020_Q3_SOC

Leia Mais: Em jogo de viradas, Santos vence Olimpia e avança na Libertadores
Reinaldo Rueda convoca a seleção do Chile; Isla é chamado



Na rodada final, o Tigre visita o Palmeiras, no Allianz Parque. O Guaraní visita o Bolívar, em La Paz.

O jogo

O Guaraní começou em cima e buscou o gol da classificação desde o início. Se o meio da defesa argentina estava fechado, o jeito foi explorar as laterais. Em uma das descidas, Ramírez cruzou, a bola desviou e Marinelli defendeu de forma estranha.

Na bola parada o Aurinegro abriu o placar. No cruzamento da direita, Romaña desviou e mandou para dentro do gol.

Com a vantagem, o Guaraní tirou o pé e acabou castigado. No primeiro ataque do Tigre, Magnín foi lançado e bateu na saída de Servio, 1 a 1. A virada poderia ter vindo na etapa inicial. Após sobra na área, Protti driblou o goleiro e Romaña salvou em cima da linha.

Na etapa final o Guaraní retomou o seu jogo e novamente a bola aérea salvou o clube paraguaio. Benítez cobrou escanteio, Florentín desviou e Marinelli, adiantado, não alcançou.

Assim como no primeiro tempo, o Aurinegro tirou o pé e o confronto ficou morno. Nem mesmo as alterações de Gustavo Costas deram ânimo ao time e a falta de capricho pesou na hora de concluir os lances.

Nos minutos finais, Cecílio Domínguez recebeu bola açucarada, invadiu a área, driblou o goleiro e mandou para dentro da rede, 3 a 1.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *