Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Huachipato não aproveita chances e é eliminado em casa para o Fenix na Sul-Americana

Huachipato
Divulgação/Huachipato

* Por Roberto Junior

Após perder por 3 a 1 no primeiro jogo para o Fenix-URU, o Huachipato-CHI até tentou correr atrás dos gols, mas não teve força suficiente para reverter o placar contra os uruguaios e foi eliminado em casa pela Copa Sul-Americana por um placar agregado de 4 a 2.

OS_BRAZIL_300x250_2020_Q3_SOC

Leia Mais:
Defensa y Justicia segura empate com o Luqueño e avança na Sul-Americana
São Paulo consegue virada homérica, mas toma gol no fim e cai diante do Lanús

Com a classificação, o Fenix agora aguarda o classificado entre Independiente e Atlético Tucumán, que jogam amanhã (5). No jogo de ida, o Rei de Copas venceu por 1 a 0.

COMO FOI O PRIMEIRO TEMPO

Precisando fazer pelo menos dois gols para a classificação, o Huachipato mostrou querer dominar o jogo desde os primeiros minutos, mas conforme o tempo ia passando o time não tinha tranquilidade para trabalhar a bola e buscar os espaços rumo ao gol. Apesar da agressividade em algumas jogadas, o ataque praticamente não incomodou o goleiro do Fenix, prova disso é que com 30 minutos de jogo a equipe só tinha um chute e a bola não foi em direção ao alvo.

O Fenix, por outro lado, ficou menos com a bola, mas teve o objetivo de ‘matar’ o jogo ainda no primeiro tempo. Nas poucas vezes que chegaram, conseguiram três chutes sendo que apenas uma foi ao alvo. Com o placar a seu favor, os uruguaios pareciam até satisfeitos em ficarem menos com a bola e deixar os rivais se desgastarem em busca do resultado.

A melhor chance da partida aconteceu com o Huachipato e somente aos 40 minutos. Joffré Escobar recebeu um passe de cabeça e parcialmente livre dentro da grande área, praticamente recuou para o goleiro Amores.

SEGUNDO TEMPO O FENIX ‘MATOU’ O HUACHIPATO

A equipe do Fenix voltou do intervalo com a mesma postura do primeiro tempo. Pouca posse de bola, mas atacando mais do que o Huachipato. Foram dois chutes em 15 minutos, sendo que um foi em direção ao gol.

O Huachipato só conseguiu chegar ter seu primeiro lance de perigo aos 18 minutos. Juan Sanchez acertou a trave de Amores após um belo levantamento na área. A segunda oportunidade também veio com o camisa 9 três minutos mais tarde. Ele se movimentou bem na área e após cruzamento, quase o grandalhão abre o placar.

Enquanto o Fenix ficava mais reativo na partida, o Huachipato foi para cima. Mas diferentemente da não agressividade no primeiro tempo, os chilenos pressionaram muito os uruguaios. Tanto que aos 30 minutos os mandantes abriram o placar. Após cruzamento de Gutierrez, o zagueiro Rodriguez cabeceou contra o próprio gol.

Quase 10 minutos depois, o Fenix conseguiu o gol que tanto buscou. O artilheiro Nequecaur, que havia marcado dois gols na ida, recebeu um passe na medida na área e não perdoou o Huachipato.

Os chilenos desanimaram com o gol sofrido e o duelo terminou mesmo com placar agregado em 4 a 2.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *