Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Ídolo no Boca, Riquelme não defendeu o River Plate por detalhes; Confira

Ídolo e cogitado para assumir a presidência do Boca Juniors no futuro, Juan Román Riquelme é sem dúvida nenhuma um dos ícones da história do futebol sul-americano. Porém, essa história Xeneize por muito pouco não foi gloriosa no Monumental de Núñez.

Leia Mais: Ex-River Plate e campeão do mundo menospreza policial na Itália
Ex-presidente do Boca Juniors revela que Riquelme se recusou a jogar no Corinthians

Em conversa com a ‘CNN Deportes’, Ramón Ángel Díaz, técnico lendário do River Plate, revelou que nos anos 90, três jogadores do Argentinos Juniors seriam negociados com o Millonarios e o nome de Riquelme estava entre eles.

“Na época três nomes estavam na mesa: Victor Zapata, Juan Pablo Sorín e Román Riquelme. Não sei o motivo exato, mas o Riquelme por muito pouco não defendeu as cores do River Plate”, afirmou.

Questionado se o jogador teria acertado na decisão de vestir a camisa do time da La Bombonera, o treinador foi direto.

“O Riquelme tomou uma decisão muito boa na carreira. Foi ídolo, ganhou tudo o que tinha para ganhar com a camisa do Boca Juniors e gravou o seu nome na história devido ao talento com a bola no pé”, declarou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019