Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Jogador alega ter sido obrigado a treinar mesmo tendo Covid-19

jogador-alega-ter-sido-obrigado-a-treinar-mesmo-tendo-covid-19-Futebol-Latino-21-07
Foto: Reprodução/Instagram @fernandotobio2

Através da divulgação de conversas atribuídas ao zagueiro argentino Fernando Tobio e ao médico do Toluca, José Luis Serrano, o portal mexicano Super Deportivo AM repercutiu o caso envolvendo as partes onde o clube teria pedido expressamente ao defensor para retomar os trabalhos antes mesmo do fim do necessário isolamento.

Leia mais: Com gol de ex-Palmeiras e São Paulo, rodada da MLS is Back chega ao fim
Astro da América do Sul fica distante do futebol do Qatar

Depois de fazer o teste no dia 30 de junho e receber o resultado positivo para Covid-19 ainda no dia 1° de julho, o afastamento do defensor ex-Vélez Sarsfield, Palmeiras, Boca Juniors e Rosario Central teria durado apenas até o dia 5 de julho.

Isso porque, no dia seguinte, o médico do Diablo e também o diretor esportivo da equipe mexicana, Jacobo Benozillo, teriam pedido expressamente para que ele retornasse aos trabalhos naturalmente sendo que a recomendação de médicos em todo o mundo trata de uma quarentena de, pelo menos, 14 dias. Depois de participar dos treinos no dia 6 e 7 de julho, no dia 8 o jogador teria apresentado  sintomas e, ao repetir o teste no dia 9 de julho, o mesmo teria apresentado resultado negativo.

O atleta atualmente com 30 anos de idade chegou a fazer uma postagem no dia 12 de julho agradecendo as mensagens de apoio e fazendo a “denuncia” de que seu clube havia pedido para ele retornar aos treinos mesmo cientes do diagnóstico.




Com isso, o Toluca decidiu pela rescisão do acordo com Tobio alegando que a postagem “manchou” a imagem do clube e o atleta moverá uma ação junto a Federação Mexicana de Futebol (FMF) no valor de 1,2 milhões de dólares, equivalente a R$ 6,2 milhões.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *