Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Jogadores da MLS fazem coalizão por combate ao racismo

jogadores-negros-da-mls-fazem-coalizao-por-combate-ao-racismo-Futebol-Latino-19-06
Foto: Divulgação/Coalizão dos Jogadores Negros da MLS

No dia em que os Estados Unidos comemora o dia que simboliza o fim da escravidão no país, um grupo de atletas da Major League Soccer anunciou em caráter oficial a criação da Coalizão dos Jogadores Negros da Major League Soccer (MLS).

Betwinner

Leia mais: Zagueiro confessa: “Recebi dinheiro para quebrar o Ronaldinho”
Portland Timbers anuncia a contratação de zagueiro venezuelano

Em comunicado feito através das redes sociais, a entidade anuncia que tem a intenção de, além de combater ao racismo, promover inciativas com os respectivos investimentos que incentivem a questão educacional e outros temas que tenham impacto positivo diante a comunidade negra, principalmente, nos Estados Unidos e no Canadá.

A organização é formada por cerca de 70 atletas negros da principal liga estadunidense onde a diretoria é formada por Ray Gaddis (zagueiro do Philadelphia Union), CJ Sapong (atacante do Chicago Fire), Quincy Amarikwa (atacante do DC United), Kendall Watson (atacante do FC Cincinnatti), Jeremy Ebobisse (atacante do Portland Timbers), Sean Johnson (goleiro do New York City), Bill Hamid e Earl Edwards Jr. (goleiros do DC United), Jalil Anibaba (zagueiro do Nashville SC), Kei Kamara (atacante do Colorado Rapids), Ike Opara (zagueiro do Minnesota United) e Justin Morrow (lateral-esquerdo do Toronto FC).



Confira a nota oficial que anuncia a criação da Coalizão dos Jogadores Negros da MLS

Nesse dia memorável na história americana, comemorando as boas novas da Proclamação de Emancipação que libertava os últimos escravos no Texas, nós honramos essa data anunciando a formação da Coalizão dos Jogadores Negros da MLS. Essa é uma nova organização que tratará das desigualdades raciais em nossa liga, ficando ao lado de todos aqueles que lutarem contra o racismo no mundo do futebol, e impactando positivamente nas comunidades negras em todos os Estados Unidos e Canadá. 

Nós pedimos ajuda para ultrapassar o abismo de igualdade racial que existe em nossa liga fazendo pressão por iniciativas com viés implícito de treinamento, cursos de educação cultural e diversificação de práticas de contratação. Além de tratar desses problemas sistêmicos ocultos, a CJN está comprometida a combater as injustiças raciais que garantiram com que as pessoas negras não tivessem um caráter de igualdade na sociedade. Através dos muitos objetivos que nós tentaremos alcançar nas nossas comunidades negras, algumas delas incluirão investimentos específicos, investimentos para o avanço educacional e programas de mentoria.

Até o momento, mais de 70 jogadores negros na MLS se uniram para combater esses problemas. Nossa diretoria é formada por Ray Gaddis, CJ Sapong, Quincy Amarikwa, Kendall Watson, Jeremy Ebobisse, Sean Johnson, Bill Hamid, Earl Edwards Jr, Jalil Anibaba, Kei Kamara, Ike Opara e Justin Morrow formarão a nossa diretoria executiva.

Mesmo sendo uma organização independente, estamos trabalhando com a Associação dos Jogadores da MLS e a MLS em questões raciais, iniciativas supracitadas, e doações de caridade. Até o momento, a Coalizão dos Jogadores Negros da MLS arrecadou 75 mil dólares em contribuições de caridade pela Associação dos Jogadores da MLS em prol da Coalizão.

Enquanto celebramos essa data e a chegada da nossa coalizão, precisamos nos lembrar que tamanho progressivismo vem da nossa veia negra. Que isso seeja uma lembrança para confrontar o racismo sistêmico, que jamais será algo suave, digno de um caminho de evolução constante, mas sim uma batalha de longo tempo que nos forçará a reinventar a essência de nossas instituições. Nós esperamos que a nossa organização possa ser uma extensão do sacrifício dos nossos ancestrais para a próxima geração para vivermos em uma sociedade mais igualitária enquanto forjamos nosso próprio caminho sob uma única voz.

Por fim, gostaríamos de deixar cientes todos os outros atletas profissionais que lutam contra o racismo. Nós te vemos e vocês nos dão força. Quando você achar que está cantando essa canção sozinho, ou sendo apoiado por um grupo, nós queremos que você saiba que estamos com você. Estamos aqui para lutar essa luta juntos. Nós seremos ouvidos.

Coalizão dos Jogadores Negros da MLS     

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *