Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Jovem zagueiro do Barcelona comenta sobre relação com astros

jovem-zagueiro-do-barcelona-comenta-sobre-relacao-com-astros-Futebol-Latino-29-07
Foto: Divulgação/Barcelona

Apesar de todos os problemas vividos na atualidade em razão da pandemia do novo coronavírus, o zagueiro brasileiro Igor Gomes definitivamente tem mais motivos a comemorar do que lamentar na sua vida profissional com a oportunidade de completar um ano treinando e defendendo a base do poderoso Barcelona.

Leia mais: Tevez se defende de acusação na Argentina; Entenda
Chilavert dá o seu pitaco em polêmica do futebol sul-americano

Com isso, situações as quais ele confessa jamais ter imaginado viver (ainda mais em momento tão precoce) tornaram-se corriqueiras como, por exemplo, conviver de maneira mais próxima com Lionel Messi, Gerard Piqué e o ex-jogador e ex-técnico do Barcelona B, Victor Valdés:

“Eu não acreditei muito não, um moleque de Volta Redonda, que não pensava tão grande assim… De repente, jogo uma Copa São Paulo e logo em seguida tem um clube mundialmente conhecido querendo minha contratação. A ficha foi caindo aos pouquinhos. Quando eu me transferi e vi a notícia que o Valdés era o técnico, vi que ia ser treinado por um cara que via na TV e no videogame. Pensei: ‘Que loucura!’. Quando ele foi apresentado, não acreditei, até arrepiei. Ele entende muito, gosta de falar, de explicar, orientar. Tinha jogo que estava mais falante, e outros, mais sereno.”




“Passa a ser normal. No começo a gente ficava todo surpreso, mas vai passando o dia a dia, e vira uma normalidade. A gente vê todos eles quase todo dia. Os caras dão muita atenção pra base, ainda mais quem é da casa, que foi formado no clube, como Messi, Piqué. Quando subi para treinar no Barça B, eles treinam mais ou menos perto. E aí a gente tem esse contato com o elenco. Quando tem os jogos da Youth League (Liga dos Campeões da Europa Sub-19), viajamos junto com a delegação profissional. Então, já tive oportunidade de tirar foto com o Suárez, com o Arthur”, disse Igor ao portal ge.

Natural da cidade de Barra Mansa, interior do estado do Rio de Janeiro, Igor começou a carreira na sua cidade antes de passar quatro anos no Volta Redonda onde, na Copa São Paulo do ano passado, se destacou ao ponto de rumar para o Coimbra.

No clube de Minas Gerais, foram apenas cinco meses até que o Barça pusesse seus olhos no defensor e os trâmites fossem acertados para ele rumar ao Velho Continente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *