Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Juíza imputa acusação de tentativa de feminicídio a Renato Ibarra

juiza-imputa-acusacao-de-tentativa-de-feminicidio-a-renato-ibarra-Futebol-Latino-09-03
Foto: AFP

O caso envolvendo a suposta agressão do jogador equatoriano Renato Ibarra a sua esposa, Lucely Chalá, virou efetivamente uma acusação por parte da justiça mexicana. Mais precisamente, via decisão da juíza Esperanza Medrano Ortíz.

Leia mais: Presidente do Boca Juniors fala sobre a permanência de Tevez
Exclusivo! Além do Colo-Colo, outra equipe da América procurou Felipão

Isso porque, mediante as evidências apresentadas, a magistrada decidiu imputar ao atleta do América no último domingo (8) as acusações de violência familiar e de tentativa de feminicídio.

Enquanto no primeiro crime a multa pode variar de um a 180 salários mínimos vigentes na Cidade do México (de R$ 31 até R$ 5.580) bem como uma detenção mínima de 36 horas, no segundo a pena pode variar de 40 até 60 anos de prisão além de multa variando de 500 até mil dias de multa, algo variando de R$ 15,5 mil até R$ 31 mil.



Depois da denúncia feita a respeito das possíveis agressões de Ibarra e seus familiares onde Lucely deu entrada no hospital com um princípio de aborto devido aos ferimentos, Renato foi transportado do Ministério Público para o Reclusorio Norte, presídio que fica na capital mexicana, onde tem contado com o apoio de familiares e também do solicitado suporte da Embaixada do Equador no México.

De acordo com pedido feito pela equipe de advogados do jogador de 29 anos de idade, a audiência para ouvir a versão do atleta foi feita a portas fechadas no presídio, procedimento esse que será repetido na próxima quinta-feira (12) às 15h (horário de Brasília). Enquanto isso, o jogador que segue vinculado as Águilas continua preso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019