Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Print

La Equidad vence Deportivo Santaní e abre vantagem na Sul-Americana

Colombianos do La Equidad ditam o ritmo do jogo durante os 90 minutos e se aproximam da vaga para a próxima fase da Sul-Americana
la-equidad-vence-o-deportivo-santani-e-abre-vantagem-na-sul-americana-Futebol-Latino-22-05

*Por Danilo Di Grado

Na noite desta quarta-feira, La Equidad e Deportivo Santaní entraram em campo pela partida de ida, da segunda fase da Copa Sul-Americana, no estádio El Campín, localizado na cidade de Bogotá, na Colômbia.

Leia mais: Na marra, Deportivo Cali busca empate na Colômbia contra o Peñarol
Zulia bate Palestino pela Sul-Americana com gol nos acréscimos

Com o placar final de 2 a 0, a equipe comandada por Humberto Sierra agora terá a vantagem de poder perder por até um gol de diferença, ou por qualquer empate na casa dos paraguaios, em duelo marcado para o dia 29 de maio. No entanto, em caso de repetição do placar a favor dos comandados de Pablo Caballero, a decisão da vaga será decidida nas penalidades.

Primeiro tempo

Jogando em seus domínios, a equipe do La Equidad sabia da necessidade de conquistar um bom resultado visando o duelo de volta contra a equipe do Santaní, no Paraguai. Com isso, o time da casa, sem perder tempo, partiu pra cima do adversário, e conseguindo manter a posse de bola, mas sem êxitos nas finalizações.

Até meados dos 20 minutos, apesar da intensa pressão por parte dos colombianos, eram raras as chances criadas pelo atacante Carlos Peralta. A única porém, acabou saindo dos pés do meia Armando Vargas, mas a bola acabou sendo desviada pela zaga.

E o La Equidad, aos poucos, foi se soltando e ganhando mais espaço para arriscar contra o gol defendido por Gustavo Arévalos. Na primeira chance, Danilo Arboleda tentou a finalização, mas o sistema defensivo mostrou-se atento, já na sequência, outra vez ele, Armando Vargas, apareceu com perigo frente a frente com o arqueiro rival, mas falhou na finalização.

Aproveitando o bom momento, aos 28 minutos, o time da casa finalmente abriu o placar. Hansel Zapata, em uma blitz na grande área, fez o primeiro gol do colombianos, para delírio do técnico Humberto Sierra. 1 a 0.

Vendo a desvantagem no placar, os jogadores do Deportivo Santaní não estavam dispostos a sair com uma derrota do El Campín. Sendo assim, minutos depois, o atacante Isidro Pitta conseguiu a primeira finalização de sua equipe, mas não conseguiu oferecer perigo.

Até os acréscimos, o panorama do confronto era igual com o La Equidad conseguindo chegar com mais perigo ao seu campo de ataque, conseguindo neutralizar qualquer chance por parte dos paraguaios crescerem no jogo.

Segundo tempo

Assim como foi na etapa inicial, os colombianos iniciaram os últimos 45 minutos na base da pressão visando ampliar o placar. Sendo um dos jogadores mais acionados no jogo, o meia Armando Vargas arriscava de forma insistente contra o goleiro Arévalos, que mostrava-se atento às finalizações.

E graças a insistência de seus jogadores de frente, o La Equidad conseguiu marcar seu segundo gol. Aos 21 minutos, foi a vez de Carlos Peralta balançar as redes do adversário. 2 a 0.

Com a vantagem aumentando pelo lado dos donos da casa, o Santaní partiu pra cima na expectativa de conseguir marcar, ao menos, um gol na casa do rival. Mas as poucas chances que apareceriam, acabaram sendo desperdiçadas para desespero do comandante Pablo Caballero.

Na reta final de jogo, o técnico da equipe colombiana optou por algumas modificações tentando ganhar tempo. Mesmo com os paraguaios em cima, o goleiro Diego Novoa manteve-se seguro em seu gol até a arbitragem colocar um ponto final no duelo.