Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Libertadores: Médico recomenda que clubes argentinos não joguem no Brasil

mais-um-na-lista-times-ja-classificados-para-a-libertadores-2020-Futebol-Latino-19-09
Foto: Divulgação/Conmebol

Se no Brasil a volta do futebol parece um assunto resolvido, na Argentina a história é bem diferente e o temor na terra do tango do coronavírus não tem comparação.

Leia Mais: Diego Godín pode trocar a Inter por rival histórico; Confira
Peñarol cogita não viajar para compromisso da Libertadores no Chile



Em conversa com o canal TyC Sports, Pedro Cahn, médico infectologista e integrante do comitê que aconselha o governo local, recomendou que os clubes argentinos não viajem ao Brasil para disputar a Libertadores.

“Se eu fosse presidente de clube, no momento atual, não iria jogar no Brasil. Isso é uma opinião pessoal. Pode mudar, é uma situação muito dinâmica, pode mudar em duas semanas. Mas, hoje, me parece utópico”, declarou Cahn.

Vale lembrar que, nesta semana, a Conmebol oficializou o calendário do torneio sul-americano e estipulou que a bola volte a rolar na Liberta a partir do dia 15 de setembro, algo que incomodou os times argentinos.

Assim como outros países do continente, a Argentina está com as fronteiras fechadas. Nem mesmo os times locais retornaram aos treinos e a volta é uma grande incógnita.

Na edição 2020 da Libertadores, a Argentina é representada pelo Boca Juniors, River Plate, Racing, Defensa y Justicia e Tigre.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019