Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Lucho González relembra o dia que Eduardo Coudet atirou na torcida do Boca Juniors

Foto: Martín Zabala

Se atualmente Eduardo Coudet é treinador do Internacional e aparenta uma imagem serena, na época de jogador, principalmente quando defendia o River Plate, o volante mostrava uma personalidade bem diferente.

Bettilt 300x250

Leia Mais: Ex-River Plate garante se sentir responsável pelo rebaixamento do clube
Gol antológico de Messi contra o Bayern completa 5 anos



Sempre envolvido em discussões dentro de campo e comemorações acima do tom, o volante protagonizou um momento de loucura a caminho da La Bombonera para disputar a semifinal da Libertadores 2004.

“Quando fomos jogar a semi contra o Boca nos preparamos para uma verdadeira guerra. Nós levamos bombas, bandeiras e rojões”, conto Lucho González à Pagina Millonaria.

“Assim que chegamos por lá, o Coudet pegou os rojões e disparou três tiros de dentro do ônibus. Antes de fazer isso, ele pediu ao motorista para abrir o teto do ônibus, mas como não teve o pedido atendido, o jeito foi disparar de dentro do ônibus”, completou.

Entre bombas e rojões, loucuras de Eduardo Coudet, o River Plate acabou superado por 1 a 0 e saiu em desvantagem na semifinal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019