Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Print

Marcelo Gallardo dispara contra o VAR no Monumental de Núñez

Na opinião do técnico, o árbitro de vídeo não deu um pênalti de Dedé em cima de Montiel, que poderia mudar o rumo da partida
gallardo-afirma-nao-sei-se-viverei-algo-assim-na-carreira-Futebol-Latino-31-05

A noite da última terça-feira foi agitada no Monumental de Núñez. Após pressionar o Cruzeiro ao longo dos 90 minutos, o River Plate saiu de campo com um empate sem gols e um gosto amargo por desperdiçar um pênalti nos acréscimos.

Leia Mais: Ex-Tottenham, Janssen é confirmado como novo reforço de time mexicano
Por expulsão na Copa América, Messi toma multa e suspensão da Conmebol

Na coletiva de imprensa, Marcelo Gallardo também levantou a questão do VAR. Na visão do treinador, houve uma penalidade em cima de Montiel feita por Dedé, que segundo Muñeco, pisou no pé do seu jogador, mas os árbitros do campo e vídeo fizeram vista grossa.

“O pênalti marcado foi claríssimo. O Pratto foi puxado pelo adversário e o juiz acertou. O que me incomoda foi o pisão em Montiel, que também foi nítido. Vi depois da partida e me pergunto como os árbitros não enxergaram isso”, afirmou.

A ira de Gallardo era tão grande, que até mesmo o meio-campista Lucas Martínez foi cortado em público ao responder sobre a arbitragem: “Não gosto de falar sobre os árbitros, mas..”, e Muñeco disparou: “Então não fala”.

Reencontro

O resultado na Argentina deixa o duelo em aberto. Se no Mineirão o placar ficar inalterado, a vaga será decidida nos pênaltis. Igualdade com gols dá River Plate. Quem vencer permanece na Libertadores da América.