Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Marcelo Moreno fala com pessimismo sobre acesso do Cruzeiro à Série A

marcelo-moreno-fala-com-pessimismo-sobre-acesso-do-cruzeiro-a-serie-a-Futebol-Latino-27-03
Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Apesar de ser um dos símbolos da tentativa do Cruzeiro de reconstruir o clube após passar por uma traumática temporada de 2019 dentro e fora das quatro linhas, o centroavante boliviano Marcelo Moreno esbanjou sinceridade sobre o panorama do clube mirando o desejado acesso a Série A.

Leia mais: Ex-jogador boliviano monta lista com as três maiores figuras que enfrentou
Juan Quintero descarta Europa e crava permanência no River Plate

Em transmissão ao vivo feita na sua rede social, o atacante disse que, levando em consideração somente o plantel da equipe antes da paralisação, ele inicialmente disse que não via o time em condições de buscar uma das quatro vagas na elite em 2021.

Contudo, quando considerou na sua avaliação possíveis reforços ao plantel além da chegada do técnico Enderson Moreira (substituindo Adilson Baptista), ele enxerga panorama de melhora que aproxima a Raposa do seu principal objetivo no ano.

“O time atual? Eu acredito que seja muito difícil. O Cruzeiro tá em momento de reconstrução agora, vai melhorar muito esse time, tenho certeza, vão chegar novos jogadores, já chegou um novo treinador, as coisas vão mudar e eu acredito sim que nosso time vai subir.”

Marcelo Moreno fez um comparativo com as suas duas primeiras passagens (2007 a 2008 e 2014) entendendo que a grande diferença para o atual cenário era a forma como os nomes mais experientes do plantel assumiam a responsabilidade e facilitavam o processo de adaptação de quem chegava:



“Eu acho que é necessário os jogadores experientes que estão no Cruzeiro (saberem) que a gente precisa de todos. Tem experiência com juventude agora, eu acredito muito nisso: experiência com juventude. Sempre quando tenha mais experiência do que juventude dentro do elenco. Aos poucos os jogadores que são juniores, que não têm tanto experiência, vão ganhando aos poucos (experiência), entrando, se soltando aos poucos. Foi assim na época que eu estava no Cruzeiro também. Os jogadores que iam entrando, iam encaixando, iam virando ídolo também. Porque tinha um grupo sólido de jogadores experientes que dava oportunidade do menino entrar no time e jogar mais solto.”

Aos 32 anos de idade, o jogador falou sobre o tema aposentadoria deixando claro que vê como um verdadeiro sonho poder encerrar sua trajetória com a camisa do Cruzeiro.

“É meu sonho! É meu sonho! Por tudo que eu passei, pelo respeito que eu tenho e que o torcedor tem comigo. É o clube ideal para eu deixar de jogar futebol, pela festa que eu vou querer fazer com vocês e ter essa lembrança para sempre”, garantiu Marcelo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019