Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Martinica tenta resistir, mas México vence mais uma na Copa Ouro

Kevin Parsemain chegou a marcar lindo tento de falta, mas gols de Yuriel Antuna e Raúl Jiménez fizeram a diferença para a seleção do México na Copa Ouro
Martinica-Mexico-Copa-Ouro-Futebol-Latino-23-06

Em um duelo bastante jogado com cada parte apostando em suas armas, o México foi preciso e bateu a seleção de Martinica por 3 a 2 fechando o Grupo A da Copa Ouro. No resultado final da chave, avançaram para as quartas de final os mexicanos com nove unidades e o Canadá, com seis. Martinica (três pontos) e Cuba, sem nenhum ponto e a pior defesa do torneio com 17 tentos sofridos, voltam pra casa.

Leia mais: Canadá não tem problemas para golear Cuba na Copa Ouro
Cinco jogadores latinos que ‘viraram a casaca’ e são considerados traidores

Primeiro tempo

Logo no princípio do compromisso, a posse de bola e volume de jogo ficaram ao lado da Tri onde a defesa caribenha usava linhas mais retraídas, preferencialmente atrás do meio-campo, tentando povoar os espaços e dificultar a infiltração via toque de bola. Foi com essa superioridade que a primeira grande chance dos mexicanos surgiu na chegada veloz aos 16 minutos onde Yuriel Antuna apareceu com liberdade para jogar dentro da área e Andrés Guardado, apertado pela zaga de Les Matinino, acabou chegando para completar e jogou por cima do travessão.

Os martinicanos bem que tentavam não ficarem limitados ao plano defensivo e saiam invariavelmente ao ataque tocando curto, mas faltavam opções que realmente fizessem com que fosse possível envolver a zaga mexicana, praticamente não incomodando Jonathan Orozco.

Depois de muito tentar passar pela marcação na base da velocidade, foi no mano a mano que Antuna conseguiu deslocar seu marcador cortando pra dentro e batendo com a perna esquerda onde o chute não saiu forte, mas foi preciso o suficiente para ir no extremo canto esquerdo de Loic Chauvet, 1 a 0 México, aos 29 minutos.

Pouco tempo antes do apito final para o intervalo, mais precisamente aos 44, o centroavante Raúl Jiménez teve espaço para chutar de fora da área tentando colocar no ângulo esquerdo de Chauvet, mas viu o arqueiro de Martinica fazer ótima defesa e jogar a bola para escanteio.

Segundo tempo

O roteiro da partida não sofreu qualquer alteração no sentidos dos mexicanos serem o time dominante enquanto os caribenhos tentavam aproveitar toda e qualquer chance nas poucas chegadas que descolavam.

Porém, foi na bola parada que Les Matinino foram precisos com o artilheiro máximo “desencantando” com muito estilo na Copa Ouro 2019. Em cobrança de falta com 11 minutos, Kevin Parsemain bateu de pé direito acertou o ângulo esquerdo de Orozco que até tocou na bola, mas não teve qualquer chance de defesa.

O time da América Central não conseguiu deter a Tri por muito tempo na igualdade já que, em bola muito bem metida para Rodolfo Pizarro cinco minutos mais tarde, Jiménez entrou absolutamente livre de marcação e com o gol praticamente aberto para fazer 2 a 1 para os mexicanos.

Parsemain até tentou empatar de novo o embate em nova cobrança de falta, mas foi o lateral-direito Fernando Navarro, em grande passe de Raúl Jiménez, que invadiu a grande área e bateu bem, cruzado, na saída de Loic Chauvet para marcar o terceiro dos dirigidos por Gerardo Martino.

Jordy Delem, em bola muito bem cruzada por Daniel Hérelle pelo lado direito do ataque, até diminuiu o prejuízo de Les Matinino usando a cabeça aos 39 minutos, porém a reação parou por aí e o resultado foi positivo para os mexicanos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019