Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Matador sul-americano foi procurado por dois clubes antes da Inter de Milão

Foto: AFP

Entre os anos 90 e início da década de 2000, o atacante chileno Iván Zamorano solidificou sua trajetória na Europa com passagens pelo Real Madrid e pela Inter de Milão. Contudo, a história poderia ter sido diferente caso tivesse aceitado uma das duas propostas que apareceram quando ele estava prestes a deixar o clube Blanco.

Leia mais: Há 15 anos, Maicon conquistava seu primeiro título profissional
Meia revela sonhar com pênalti perdido na final da Sul-Americana

Falando com o ex-jogador argentino e hoje comentarista Juan Pablo Sorín, BamBam pontuou que tinha o interesse de continuar no clube madrilenho, mas as negociações não avançaram em momento onde o Bayern de Munique e a Juventus tentaram a sua contratação.

Contudo, o presidente da Inter de Milão que está até hoje no comando do clube, Massimo Moratti, acabou o convencendo de assinar com o clube Neriazzurri onde, apesar de não levantar nenhuma taça, descreveu seu período como “cinco anos maravilhosos”:



“Me fui porque havia completado um ciclo em Madri. Quando eu tinha 20 anos o Bologna me comprou e eu fui por empréstimo para o Saint-Gallen. Disse ao presidente dessa equipe para que ele me comprasse para não voltar a Itália, mas tive de engolir essa espinha e voltar ao futebol italiano. Tinha a intenção de ficar (no Real), mas as conversas ficaram em ponto morto. Depois apareceu a Juventus e o Bayern de Munique que me quiseram, mas apareceu Moratti, que sempre tentou fazer a Inter ser grande e me convenci de ir para lá onde passei cinco anos maravilhosos.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019