Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Meia naturalizado equatoriano confessa tentar “copiar” Lionel Messi

meia-naturalizado-equatoriano-confessa-tentar-copiar-lionel-messi-Futebol-Latino-27-06
Foto: Jefferson Bernardes/AFP/Getty

O exemplo dentro das quatro linhas dado pelo talento de Lionel Messi é capaz de inspirar tanto os nomes mais novos como os mais experientes, caso do meia argentino naturalizado equatoriano Damian Díaz, do Barcelona de Guayaquil.

Betwinner

Leia mais: Atacante ex-Santos acerta para ser reforço do Jorge Wilstermann
Messi e Suárez, a dupla com mais de 400 gols pelo Barcelona

Damian confessou a sua admiração por Lionel durante entrevista coletiva virtual que deu aos jornalistas na última semana quando o clube Amarillo pode retornar as atividades presenciais, o jogador aproveitou o período de aniversário de “La Pulga” para fazer uma verdadeira confissão.

“Desejo um feliz dia a Leo, é uma estrela mundial e é argentino. Para mim, é o melhor jogador da história. Tento copiar coisas dele, não do futebol porque não vão acontecer, nem tenho a perna hábil dele que é a esquerda. Sempre desfruto ao ver suas partidas, administra as coisas de uma maneira muito humilde”, afirmou Kitu.

O jogador de 34 anos de idade que desde 2016 dá continuidade a sua segunda passagem no clube Torero comentou também sobre a sensação de poder voltar a trabalhar no gramado depois de três meses longe das atividades presenciais por conta da pandemia:

“É motivador poder voltar a campo e tocar na bola. Estamos felizes de treinar e ver nossos companheiros. Devemos nos preparar 100%, as pessoas não esperam que o Barcelona vá pouco a pouco, seremos exigidos desde a primeira partida, como sempre. Será bom dar alegrias as pessoas em suas casas, com todos os problemas que temos hoje.”



Antes da paralisação, o Barce estava em sétimo lugar na LigaPro com apenas cinco pontos ganhos em quatro rodadas disputadas. Na Libertadores, estando no Grupo X junto a Flamengo, Independiente del Valle e Junior Barranquilla, segurava a lanterna da chave após perder nas duas primeira rodadas para Del Valle (no Monumental Isidro Romero) e Flamengo, no Maracanã.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019