Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Meio-campista da Argentina comenta interesse do Atlético de Madrid

meio-campista-da-argentina-comenta-interesse-do-atletico-de-madrid-Futebol-Latino-09-10
Foto: AFP

Em entrevista dada ao jornal espanhol Marca, o meio-campista argentino Rodrigo De Paul comentou abertamente sobre o fato de seu nome ter sido ligado a uma transferência para o Atlético de Madrid.

OS_BRAZIL_300x250_2020_Q3_SOC

Leia mais: João Mário teria sido outra contratação de impacto tentada pelo Grêmio
No Uruguai, Suárez revela bastidores sobre a sua saída do Barcelona

Para o atleta hoje na Udinese (Itália), a experiência de retornar ao futebol espanhol (atuou entre 2014 e 2015 no Valencia) seria muito positiva, principalmente em se tratando dos métodos aplicados pelo seu compatriota, o técnico Diego Simeone.

“Gostaria de volta a LaLiga pela experiência, mentalidade e pelo nome que tenho agora. Não é algo que não me deixe dormir, mas me serviu de muita experiência jogar lá. LaLiga é muito bonita, o futebol espanhol é dos melhores e, se as circunstâncias e os projetos forem bons, gostaria de estar lá de novo”, disse De Paul, acrescentando:

“A verdade é que eu sei que estive sob interesse do Atlético de Madrid com um treinador como o Cholo que me chama muito a atenção. Considero que eles jogam um futebol dinâmico que eu gosto. Cada treino parece uma partida oficial para eles. Nós, na Argentina, somos criados assim. É um clube muito grande, um clube para brigar por coisas importantes e, se algum dia acontecer, estaria feliz de ir para lá.”

Apesar dos elogios ao Atleti e ao futebol da Espanha, o atleta de 26 anos de idade formado nas categorias de base e com grande identificação junto ao Racing fez questão de descrever como ele conseguiu evoluir seu nível de futebol atuando no Calcio.

“O futebol italiano, taticamente, se você tiver uma cabeça aberta e souber incorporar os conceitos, te ensina muito. No meio-campo, fisicamente, você tem que estar os 90 minutos correndo. Mas eu gosto porque me permite estar sempre de frente pra jogada e estar muito tempo em contato com a bola. Não se trata dos volantes serem ‘cães de guarda’ ou roubar bolas, mas sim cobrir bem o campo e, com a experiência, fui melhorando”, analisou Rodrigo.

Você sabia que pode, além de saber as principais informações no Futebol Latino, fazer suas apostas e LUCRAR com a sua paixão? Então saiba mais clicando aqui!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *