Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Meio-campista da seleção mexicana se envolve em polêmica

meio-campista-da-selecao-mexicana-se-envolve-em-polemica-Futebol-Latino-30-06
Foto: ProtoplasmaKid/Wikimedia Commons/CC-BY-SA 4.0

Em um momento de profunda concentração onde o México enfrentará o Brasil na próxima segunda-feira (2) às 11 h pelas oitavas de final da Copa do Mundo, um dos atletas do plantel mexicano, o experiente Marco Fabián, se envolveu em uma polêmica envolvendo questões políticas.

Leia mais: Chico renova com o Antalyaspor e segue no futebol da Turquia
Atacante equatoriano cobiçado na Major League Soccer

Durante a campanha publicitária feita pelo deputado federal Carlos González, do Partido Verde Ecologista, o atleta convocado pela Tri aparece na mensagem indicando seu posicionamento político favorável as propostas de governo do candidato em questão.

A situação gerou polêmica no país pelo fato de que, segundo o que especifica o Artigo 7 do Código de Ética pertencente a Federação Mexicana de Futebol, “Independente da ideologia das pessoas e do respeito que se deve lhes outorgar, todos que estejam sujeitos a aplicação do Código de Ética devem manter uma postura neutra diante de assuntos de caráter político e religioso”.

Em 2015, Fabián já havia demonstrado seu posicionamento no assunto ao também aparecer em uma campanha semelhante. Na oportunidade, ele (além do técnico Miguel Herrera e do atacante Oribe Peralta) foi multado com base na mesma questão em valor superior a 100 mil pesos (pouco mais de R$ 20 mil).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *