Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

México trucida Ilhas Salomão e vai ao mata-mata do Mundial Sub-17

Apesar do placar extenso da seleção do México, a liderança do Grupo F acabou ficando com a equipe do Paraguai que venceu no encerramento da chave
Mundial Sub-17 Futebol Latino Lance 01-11

Como já era de se esperar, o México não tomou conhecimento de Ilhas Salomão e protagonizou mais uma goleada no Mundial Sub-17 aplicando 8 a 0 no time da Oceania. Enquanto os estreantes em mundiais saem da competição com o saldo de 19 gols sofridos e nenhum marcado, La Tri passa a próxima fase do torneio como um dos melhores terceiro colocados.

Leia mais: Argentina vence o Tajiquistão e se classifica às oitavas de final do Mundial Sub-17
Chegando a 100 jogos na Europa, atacante brasileiro faz avaliação positiva

Primeiro tempo

Diante da seleção mais frágil da competição, bastaram dois minutos para La Tri conseguiu inaugurar a contagem. Usando a velocidade pelo lado esquerdo do campo ofensivo, Bruce El-Mesmari avançou e tocou cruzado para Efrain Alvarez que bateu de primeira jogando rasteiro no canto esquerdo do goleiro Davidson Malam.

Apesar do time mexicano nitidamente ter superioridade técnica e também tática, a sua saída de bola bastante insegura demonstrava falhas que a equipe de Oceania conseguia explorar na parte da retomada da posse. Mas, na hora de formular chances verdadeiramente agudas, em apenas uma delas o chute de Philip Ropa fez o arqueiro Eduardo García se esforçar para fazer a defesa.

Aos 32 minutos, um cobrança de falta que parecia controlada por Malam foi espalmou na primeira  vez e solta na segunda pelo camisa 1 de Ilhas Salomão cedendo o rebote ao ataque mexicano. Com isso, o chute de Luis Martínez foi desviado na marca do pênalti por Jesús Gómez e foi pro fundo das redes.

E, com 43 minutos, Luis Puente marcou o tento que deixou a situação praticamente resolvida no aspecto de obter o triunfo. Recebendo na altura da meia-lua o passe certeiro de Alvarez, o camisa 17 teve total liberdade para levantar a cabeça, olhar a saída de Malam e bater no canto esquerdo com precisão.

Segundo tempo

Se na etapa inicial a equipe da Oceania ainda conseguiu mostrar alguma resistência, o tempo complementar concretizou a ideia primária de que o marcador tinha fortes tendências de uma goleada mexicana ainda mais larga.

Aos oito minutos, Puente chegou a balançar as redes em falha absurda cometida por Malam, mas a arbitragem anulou o tento em função de impedimento. Nada que impedisse o crescimento da diferença onde a jogada bem trabalhada de Israel Luna no ataque mexicano terminasse com a conclusão praticamente sem goleiro do próprio camisa 10 aos 12 minutos.

Com 17, foi a vez de Efrain Alvarez aparecer de novo dentro da grande área para concluir e fazer o quinto de La Tri.

Ainda houve espaço para que o sexto saísse aos 19 minutos em lance que chegou a ser checado pelo Árbitro de Vídeo de maneira mais extensa. Após um cruzamento vindo da ponta esquerda feito por Alvarez, Ali Ávila cabeceou antes da chegada do goleiro Davidson Malam e testou pro fundo das redes.

Para finalizar o verdadeiro massacre no Espírito Santo, Jesús Gómez aproveitou a bola reboteada por duas vezes na zaga de Ilhas Salomão e tocou pras redes fazendo o sétimo tento do México além de Luna que fez o oitavo, aos 45 minutos, na noite desse domingo (3).

error: Futebol Latino 2019