Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Miranda fala abertamente sobre chance de voltar ao São Paulo

miranda-fala-abertamente-sobre-chance-de-voltar-ao-sao-paulo-Futebol-Latino-19-11
Foto: Divulgação/Superliga Chinesa

Nos últimos meses, a possibilidade do zagueiro Miranda retornar ao futebol brasileiro tem sido constantemente abordada e, naturalmente, o São Paulo aparece como um dos destinos apontados mediante ao sucesso obtido pelo defensor na passagem entre 2006 e 2011.

OS_BRAZIL_300x250_2020_Q2_SOC

Leia mais: Nome que fez história na Universidad Católica, Magnasco deixa o clube
Atacante da LDU, mesmo cobiçado pelo mercado, deve permanecer

E, em entrevista ao podcast Gringolândia, hospedado no portal ge, o jogador de 36 anos de idade que atualmente está vinculado ao Jiangsu Suning, da China, apontou que um dos elementos para seu retorno seria a decisão do novo presidente do Tricolor que será escolhido no pleito marcado para o mês de dezembro.

Fico feliz com o interesse dos torcedores. Recebi inúmeras mensagens, fico feliz com esse carinho. Mas o São Paulo está atravessando um ano de eleição também, vai depender muito de quem for eleito, de quem estiver no comando, se vai ter interesse na minha contratação. Eu sou um cara consciente, sei do meu potencial, sei que posso ajudar ainda não só o São Paulo, como qualquer clube de ponta no Brasil. Vamos ver a partir de janeiro o que vai acontecer. Espero que possa haver uma proposta convincente com o planejamento muito bom do clube que estiver interessado. Vou sentar, analisar, com certeza retribuir esse afeto, essa aposta que o clube tiver interesse em mim“, assegurou.



Tendo atuado por 19 jogos com a camisa do Jiangsu, Miranda também marcou seu nome na história da equipe chinesa onde conseguiu o inédito título nacional. Algo que, para ele, teve um significado tão marcante como determinante para que ele volte seus olhares, nesse momento, para um possível retorno ao seu país de origem:

O momento é de retornar ao Brasil. São mais de 10 anos fora, meu pensamento é voltar, jogar no meu país, estar mais próximo de familiares, amigos. Vamos ver o que vai acontecer, quem vai estar no comando do São Paulo, se realmente vai ter interesse. Sempre deixei claro que minha prioridade num retorno é entre São Paulo e Coritiba, que foi onde me formei. São os dois clubes que tenho carinho muito grande, mas vai depender muito do projeto, se vou fazer parte disso. Vamos ver o que vai acontecer nos próximos meses.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *