Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Não foi só o Santos! Brasileiros sofrem com arbitragens polêmicas na La Bombonera; Relembre

Foto: Divulgação/Boca Juniors

Na noite da última quarta-feira, o Santos foi até a La Bombonera e acabou no empate com o Boca Juniors por 0 a 0, em duelo válido pela partida de ida da semifinal da Libertadores da América.

OS_BRAZIL_300x250_2020_Q2_SOC

Leia Mais: Diego Alonso é demitido do clube de Beckham na MLS
No Boca, Tevez afirma que equipe “virá tranquila” para o Brasil
Com arbitragem polêmica, Boca e Santos empatam sem gols

Apesar do “bom resultado”, o Peixe saiu de campo com um gosto amargo, pois um lance polêmico na etapa final deu muita confusão. Na jogada, Marinho foi derrubado claramente por Izquierdoz, mas o juiz mandou o jogo seguir. Até mesmo o VAR, que poderia auxiliar, considerou uma jogada “normal”.

Após o confronto, o time brasileiro emitiu um comunicado e deixou clara a sua insatisfação com as decisões da equipe de arbitragem. O que só fez aumentar a expectativa para o encontro da próxima quarta-feira.

Diante deste fato, o Futebol Latino relembra ao menos três polêmicas com brasileiros em solo Xeneize na Libertadores da América:

2001 – Palmeiras
Na semifinal da Libertadores, Boca Juniors e Palmeiras travaram um duelo repleto de emoção. Na La Bombonera, quando o Verdão estava em vantagem por 1 a 0, Alexandre sofreu falta de Schelotto, mas o árbitro deu pênalti do zagueiro brasileiro. No fim, o jogo terminou empatado por 2 a 2.

2018 – Cruzeiro
O duelo estava 1 a 0 a favor do Boca Juniors quando a arbitragem apareceu. Em choque involuntário de Dedé com o goleiro Andrada, o VAR foi acionado e o zagueiro acabou expulso. Pouco depois, na base da pressão, o time Xeneize ampliou o marcador e venceu por 2 a 0.

2019 – Athletico
Em confronto válido pela fase de grupos, o Furacão deixou a La Bombonera cuspindo marimbondo. Em lance polêmico com Buffarini, o árbitro não deu pênalti e o Boca conseguiu virar o seu jogo por 2 a 1. Na coletiva de imprensa, Tiago Nunes, então técnico do Athletico, reclamou muito, mas de nada adiantou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Futebol Latino sabe que a alegria do esporte bretão do continente americano é bem mais do que Brasil, Argentina e Uruguai. Isso porque o amante da bola quer mesmo é saber de tudo, desde a final do Brasileirão até a 5a rodada do Peruano, com a mesma seriedade e com a mesma paixão. Leia Mais

Entre em contato conosco: comercial@futebolatino.com.br

© Futebol Latino - Todos os Direitos Reservados - 2019 | Por Diegão ©