Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Nos Emirados Árabes, ex-Palmeiras comenta paralisação do futebol

nos-emirados-arabes-ex-palmeiras-comenta-paralisacao-do-futebol
Foto: Divulgação/Emirates Club

O atacante brasileiro Diogo Acosta, atleta do Emirates Club, reside na cidade de Ras al Khaimah e, assim como o restante da população mundial, convive com a necessidade de distanciamento social para se prevenir da pandemia do novo coronavírus.

Leia mais: Valiosa coleção de camisetas de atacante do Guaraní é roubada no Paraguai
Maxi Rodríguez revela história curiosa sobre a sua chegada ao Liverpool

O jogador que chegou ao clube no início da temporada 2019/2020 comentou a parada do futebol no país e a preocupação com a saúde de todos.

“Acho fundamental a parada dos jogos para manter todos protegidos e não haver nenhum risco de contágio para os atletas, comissões, funcionários e torcedores”, destacou.

Assim como o resto do mundo, os Emirados Árabes Unidos também vivem enorme preocupação para combater a proliferação do Covid-19. O atacante destacou o que presencia no local:



“Praticamente está tudo parado no país. Apenas mercados, farmácias, hospitais, clínicas e alguns outros estabelecimentos de serviços essenciais estão funcionando. Fomos informados para ficar em casa e sair apenas para comprar alimentos ou medicações, porque essa crise afetou muito os Emirados.”

Dentro de casa, o jogador que passou no futebol brasileiro por Palmeiras, São Bernardo, Comercial, Avaí, Oeste e São Caetano segue o pedido passado pelo clube de tentar manter a forma física com treinos individuais.

“Tivemos uma reunião antes da parada total dos treinamentos e foi passado a todos os atletas que treinassem individualmente em casa” finalizou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019