Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Paolo Guerrero esteve perto de trocar o Inter por gigante da América do Sul

riquelme-coloca-guerrero-como-um-dos-reforcos-desejados-para-o-boca-Futebol-Latino-22-11
Foto: Ricardo Duarte

No começo do ano, o Boca Juniors planejava a montagem do seu elenco e o nome de Paolo Guerrero foi especulado na La Bombonera. Apesar de não confirmar publicamente a diretoria Xeneize chegou a procurar o atleta.

Bettilt 300x250

Leia Mais: Diego Maradona perto de definir o seu destino no Gimnasia La Plata
Guerra nos bastidores pode tirar título continental de clube equatoriano



Em conversa com o canal ‘Te Dejo Em Orsai’, o empresário do atacante, Mariano Pernía, confirmou que o Boca apresentou uma oferta e por muito pouco o negócio não saiu.

“Tenho uma grande amizade com Paolo. Nós treinamos juntos na Argentina antes do Mundial na Rússia. Ele ficou perto de defender o Boca. O Guerrero pediu um valor e o Boca queria um pouco menos. Houve uma diferença por conta do dólar e o acordo não foi sacramentado. De 1 a 10, ele ficou em 9 para acertar com o Boca”, afirmou.

“Com um mês para as eleições, as duas partes tinham um pré-acordo, mas depois tudo mudou. Eu conversei com o Riquelme umas três vezes e ainda bem que a negociação não saiu, pois o acordo seria em dólar, agora com a valorização que teve a moeda na Argentina, o valor seria umas 100 vezes mais do que o combinado inicialmente”, completou.

Sem acordo com o Boca Juniors, Paolo Guerrero permaneceu no Internacional e atualmente é o principal jogador de ataque e cada vez mais ídolo da torcida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019