Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Para onde Willian vai após deixar o Chelsea?

em-fim-de-contrato-com-o-chelsea-willian-entra-na-mira-da-juventus-Futebol-Latino-01-12
Foto: AFP

*Por Equipe Odds Shark

Chelsea e Willian não chegaram a um acordo sobre a renovação do vínculo do atleta com o clube londrino. O jogador não confirma os boatos espalhados pela imprensa que o especulam em diversas agremiações do Velho Continente e até no Palmeiras. Apesar de muita informação ser fofoca, o que parece certo mesmo é que ele assinará com outro clube até o mês de setembro. Confira abaixo as últimas notícias, de acordo com o Oddsshark.com.

Leia mais: Diretor do River Plate crava futuro de Marcelo Gallardo
Clube árabe prepara oferta com salário astronômico para Falcao García

O início da carreira

Willian Borges da Silva nasceu em Ribeirão Pires em 9 de agosto de 1988. Aos 31 anos, o meia tem uma altura de 1,75 m e é destro.

Aos dez anos, conseguiu ser aprovado na peneira do Corinthians e deu seus primeiros piques no clube dedicado ao velho esporte bretão. Ele treinou e jogou pelas categorias de base alvinegras até 2005.

Em 2006, o ponta foi profissionalizado. Na época, o técnico era Emerson Leão. Ele defendeu o Timão somente até a metade de 2007 quando foi vendido para o futebol da Ucrânia. Foram 23 partidas e apenas três tentos marcados. Até hoje, este negócio é uma das maiores vendas de atletas do Corinthians em toda a sua história.

Aventura no leste europeu

Se faltaram títulos importantes pelo Corinthians, o mesmo não pode ser dito no Shakhtar Donetsk. O jogador fez valer os 20 milhões de dólares (R$ 39,6 milhões na cotação da época) depositados nele.

Eis a relação das onze taças levantadas: uma Liga Europa, quatro Campeonatos Ucranianos, três Copas da Ucrânia e três Supercopas Ucranianas.

Em janeiro de 2013, o Anzhi Makhachkala pagou 35 milhões de euros (R$ 94,3 milhões) para levar Willian para a Rússia. No Daguestão, Willian durou pouco mais de seis meses. Uma contusão atrapalhou seu rendimento que coincidiu com a reestruturação das empresas patrocinadoras da agremiação. Em agosto, o atleta já era do Chelsea.

Grande negócio do Chelsea

Em 25 de agosto, Willian assinou um contrato de 30 milhões de libras (R$ 111,4 milhões) por cinco anos. Foi uma grande jogada do Chelsea que viu o meia perdido no interior da Rússia.

O dinheiro pago valeu à pena e os ingleses faturaram uma Liga Europa, duas Premier League, uma FA Cup e uma Copa da Liga Inglesa. Obviamente, que o jogador teve seu contrato renovado e muitos bônus pagos ao longo deste período.

O vínculo de Willian com os Azuis termina no final da temporada. As reuniões entre os empresários dele e os cartolas dos londrinos não deram resultado e tudo indica que o atleta deixa o Chelsea o quanto antes.

Seleção brasileira

Willian já foi titular absoluto da Seleção. Ele veste a camisa amarela desde 2007 (a principal desde 2011). Suas conquistas foram a Copa Sendai Sub-19, o Sul-Americano Sub-20, o Superclássico das Américas e a Copa América.

Futuro no Tottenham?

Segundo o tabloide inglês The Sun, Willian tem tudo para se transferir para o Tottenham (R$ 4,50/1, segundo o Bodog). Uma vantagem será que o craque continuará em Londres, cidade onde está adaptado à cultura e ao idioma. Outra vantagem será a de continuar disputando a Premier League, que é um dos campeonatos nacionais mais importantes do mundo.

Outra possibilidade em Londres: o Arsenal

Cotado a R$ 6,00/1 pelo Bodog para fechar com Willian, o Arsenal seria outra boa opção para o brazuca. Assim com o Tottenham, trata-se de outra agremiação londrina, que precisa investir para voltar a disputar títulos em igualdade de condições com o Liverpool e o Manchester City.

Juventus tem interesse

Os planos da Vecchia Signora para voltar a mandar no continente não tem limites. Os italianos sonham em assinar com qualquer grande jogador do mundo. Pode ser que o novo coronavírus dê um freio nesta ambição pois todos os clubes perderão muito dinheiro e os sócios da Premier League têm mais capacidade financeira que os da Série A. De qualquer maneira, o Bodog cota os alvinegros a R$ 8,00/1.

Outras possibilidades

O coronavírus não parou apenas o futebol. Interrompeu também o mercado de transferências. É esperar a normalidade voltar para sabermos. 

Os sites de apostas oferecem uma enorme lista de possibilidades, como Manchester United (R$ 8,00 / 1), Barcelona (R$ 13,00 / 1), Borussia Dortmund (R$ 17,00/1), Milan (R$ 17,00/1), Real Madrid (R$ 21,00/1), Bayern de Munique (R$ 26,00/1), Internazionale (R$ 26,00/1), Manchester City (R$ 34,00/1) e Liverpool (R$ 51,00/1).

Dentre os brasileiros, o Palmeiras teria sondado o jogador mas concretizar o negócio seria fora das possibilidades monetárias do Verdão.

Com quem Willian assina um contrato antes de 01 de setembro de 2020?

1º Tottenham – R$ 4,50/1

2º Arsenal – R$ 6,00/1

3º Juventus – R$ 8,00/1

3º Manchester United – R$ 8,00/1

5º Barcelona – R$ 13,00/1

6º Borussia Dortmund – R$ 17,00/1

6º Milan – R$ 17,00/1

8º Real Madrid – R$ 21,00/1

9º Bayern de Munique – R$ 26,00/1

9º Internazionale – R$ 26,00/1

11º Manchester City – R$ 34,00/1

12º Liverpool – R$ 51,00/1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019