Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Pelo grupo do Athletico, Colo-Colo vence de virada o Peñarol

Crédito: Libertadores

No Estádio Monumental David Arellano, em jogo válido pela 3ª rodada do grupo C da Libertadores da América, o Colo Colo derrotou de virada o Peñarol por 2 a 1. Com a vitória, os Albos somam 6 pontos e se juntam ao Athletico-PR na liderança do grupo. Os Carboneros ficam com 3 pontos e em último lugar.

Leia Mais: Jonathan Calleri assina com uma nova equipe no futebol espanhol
Once Caldas acerta o retorno do atacante Dayro Moreno



Na próxima rodada, o Colo Colo enfrenta o Athletico-PR, na Arena da Baixada, no dia 23 de setembro. Já o Peñarol pega o Jorge Wilstermann, no estádio Félix Capriles, no dia 24 de setembro.

 

 

A partida

 

A primeira parte da etapa inicial do confronto entre Colo Colo e Peñarol foi de muita disputa, marcação forte das duas equipes e até bem faltoso. Prova disso foi o número elevado de faltas. Em 15 minutos, o árbitro apitou 8 faltas.

 

Aos poucos, a equipe Carbonera deixou de lado esse embate mais ríspido, colocou a bola no chão e começou a propor o jogo. O Peñarol até conseguia criar oportunidades, mas os atacantes pecavam na hora da finalização.

 

Acuado, o Colo Colo se defendia como dava e apostava nos contra-ataques para tentar surpreender o time do Peñarol.

 

Mas quando os Albos começaram a reagir, os Carboneros conseguiram o seu gol. A zaga do Colo Colo deu uma baita bobeira, o goleiro Cortes conseguiu salvar duas vezes, mas mesmo assim a bola ainda sobrou para Pellistri, que só teve o trabalho de empurrar para as redes e inaugurar o marcador: 1 a 0 para o Peñarol.

 

O Colo Colo voltou com uma alteração do intervalo. Leonardo Valencia substituiu Carlos Carmona e essa mudança fez toda a diferença. Os Albos voltaram voando e logo no comecinho da etapa complementar encontraram o gol de empate. Pablo Mouche desceu pelo lado esquerdo e cruzou rasteiro, Gabriel Suazo bateu de primeira e igualou o placar: 1 a 1.

 

O Peñarol sentiu o gol. O Colo Colo se aproveitou do momento de fragilidade do adversário e foi para cima em busca da virada. E como desgraça pouca é bobagem, Gargano cometeu pênalti bobo em cima de Marcos Bolados. Esteban Paredes foi para cobrança e virou o jogo: 2 a 1. Com o gol, Paredes tornou-se o maior artilheiro dos Albos na história da Libertadores da América.

 

Em desvantagem, os Carboneros foram para o abafa atrás do empate. Em uma das chances criadas, Pellistri acertou um belo chute de dentro da área, mas o goleiro Cortes fez uma defesa espetacular e conseguiu garantir a vitória para o Colo Colo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *