Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

“Pioneiro” na função de goleiro-líbero, Amadeo Carrizo morre na Argentina

pioneiro-na-funcao-de-goleiro-libero-amadeo-carrizo-morre-na-argentina-Futebol-Latino-20-03
Foto: Divulgação/River Plate

Uma figura histórica para o futebol não apenas sul-americano como mundial faleceu nessa sexta-feira (20). O ex-goleiro argentino Amadeo Carrizo, aos 93 anos de idade, veio a óbito após ser internado na Clínica Zabala, em Buenos Aires, por causa ainda não esclarecida.

Leia mais: Em país próximo a Itália, brasileiro frisa trabalho de combate ao Covid-19
Curaçao será a sede do 2020 Caribbean Club Shield

A carreira praticamente toda de Amadeo foi calcada no River Plate, clube o qual ele acumulou recordes importantes como o recorde no número de partidas feitas pelo Millonario (552 compromissos), sete títulos nacionais (1945, 1947, 1952, 1953, 1955, 1956 e 1957) e uma identificação tamanha que detinha o título de presidente de honra do River.

Na seleção, foram 20 aparições e participação mais notória na Copa do Mundo de 1958 disputada na Suécia e vencida pelo Brasil.



Além do clube argentino e da Albiceleste, o goleiro que tinha o apelido de Tarzan pela forma como defendia além do pioneirismo na habilidade com os pés também defendeu, por dois anos, a camisa do Millonarios antes de encerrar sua carreira.

Acumulando tantos feitos relevantes, Amadeo acabou homenageado pelo governo da Argentina via decreto do senado onde o seu aniversário, 12 de abril, foi instituído como o Dia Nacional do Goleiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019